Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Erik explica discussão sobre pênalti no clássico: 'Eu pedi, mas entendi'

Atacante do Botafogo chegou e solicitar a bola para efetuar a cobrança, que acabou efetuada por Rodrigo Lindoso. O goleiro do Fluminense defendeu

LANCE!
Rio de Janeiro (RJ)

Erik chegou ao Botafogo por empréstimo repassado pelo Atlético-MG (Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Erik chegou ao Botafogo por empréstimo repassado pelo Atlético-MG (Vitor Silva/SSPress/Botafogo)


Na reta final do clássico do último domingo, um pênalti marcado a favor do Botafogo poderia ter mudado o placar da partida disputada no Maracanã. Mas Rodrigo Lindoso parou no goleiro Rodolfo, e a vontade de Erik ter efetuado a cobrança virou notícia. O técnico Zé Ricardo minimizou o pedido do atacante, explicando que a hierarquia das penalidades já estava decidida. Nesta quarta-feira, foi o próprio jogador quem botou panos quentes na situação.

- O professor já deixa tudo certo sobre quem é o primeiro e o segundo treinador, mas eu estava muito confiante. Eu pedi, mas entendi. A bola acabou sobrando, eu tentei caprichar, mas a bola não quis entrar. Tenho, acho, 11 gols de pênalti na carreira, treino para estar sempre preparado - explicou Erik.

No Botafogo, Erik ainda não teve oportunidade para cobrar penalidades. Curiosamente, Brenner também estava na partida em questão. O centroavante diz nunca ter perdido um pênalti na carreira, nem nas divisões de base.

Um dos mais participativos do ataque alvinegro desde que estreou, Erik ainda procura o primeiro gol. Foram quatro jogos, boas jogadas, mas ainda nenhuma bola na rede.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade