Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Equipes do Copão em ritmo profissional antes de entrar em campo

Times investem em preparação física e aquecimentos coletivos para ter bom desempenho dentro das quatro linhas

Windson Prado
Joinville
Carlos Junior/ND
Coletivo. Atletas do Ajax fazem prepação diferenciada antes de entrar em campo para disputar os jogos do Copão

O campeonato pode até ser amador, mas para entrar em campo alguns times do 39º Copão Kurt Meinert fazem uma preparação digna de equipes profissionais, daqueles que despontam na elite do futebol. Quem foi ao campo da Sercos no bairro Costa e Silva, na tarde de domingo, acompanhar ao jogo entre União do Oeste F.C. e Ajax deve ter notado a organização e forma de trabalho diferenciado da comissão técnica junto aos jogadores antes de a partida começar.

O aquecimento das duas equipes foi feito de forma simultânea. Juntos, os jogadores de cada time correrem pelo campo, fizeram uma série de exercícios de alongamento, sempre orientados por suas comissões técnicas. No Ajax, enquanto os atletas troteavam no gramado, o presidente do clube, Laércio Tamazzia, 46, trazia uma bacia cheia de frutas. Com carinho ele descava e corta laranjas, mexericas e bananas. Preparava o alimento com cuidado. Já aquecidos, cada um dos jogadores iam até o presidente e pegavam sua porção extra de energia. “A fruta é para isso. Ajuda a dar mais energia ao jogador e assim ele consegue um desempenho melhor dentro de campo. Sem falar que a fruta hidrata. Em todos os nossos jogos, elas têm estão presentes”, comentou o mandatário do Ajax.

Carlos Junior/ND
“A fruta ajuda a dar mais energia ao jogador, e assim, ele consegue um desempenho melhor dentro de campo", defende presidente do Ajax, Laércio Tamazzia

Tamazzia destaca que este preparo coletivo é uma das características que o time traz desde a década de 90, quando o clube foi campeão do Copão. Naquele tempo, ele jogava como lateral-esquerdo. “Nosso time é muito unido. Sabemos que o bom resultado dentro de campo depende de muitos fatores. A responsabilidade não é só do jogador fazer o gol. Para que ele consiga marcar, é preciso um trabalho em conjunto, um sentimento de equipe. É assim que a família Ajax entra em campo, isso tem feito a diferença”, acrescentou.

A equipe foi vencedora do Copão em 1996 e, após ficar parada por sete anos, voltou com tudo para disputar o maior campeonato de futebol de várzea da Santa Catarina. Neste domingo, o time entrou em campo pela 6ª rodada da primeira fase invicto, e sem sofrer nenhum gol. A invencibilidade foi mantida dentro das quatro linhas e após um jogo bastante equilibrado, no apito final, o placar marcava União do Oeste 0 x 0 Ajax.

Com o empate as duas, equipes somam 10 pontos no fechamento da chave, com três vitórias e um empate. Mas como o União teve um melhor saldo de gol, o time acabou classificado em primeiro lugar para a segunda fase do Copão. “Foi um jogo muito concorrido. O União tem uma equipe forte, foram vice-campeões do ano passado. Nossa equipe começou a jogar junto neste ano, mas foi um ótimo jogo. Estamos satisfeitos”, comenta Tamazzia.

No outro jogo realizado no domingo à tarde no campo da Sercos, o 31 de julho enfrentou a Associação União Independente. Mas um novo 0 a 0 foi o que se viu. Os dois times já estavam classificados para a segunda rodada da competição.

Carlos Junior/ND
31 de Julho empatou com a Associação União Independente, no campo da Sercos
Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade