Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Dupla de vôlei de praia joinvilense busca lugar na Seleção Brasileira Sub-19

As duas garotas atuam juntas desde 2011 e vão disputar competição nacional pela primeira vez

Redação ND
Joinville

Rogerio da Silva/Secom/Divulgação/ND
Rogerio da Silva/Secom/Divulgação/ND
Mayra (D) e Dadá se inspiram na dupla Juliana e Larissa para chegar à Seleção Brasileira e conquistar medalhas pela equipe de Santa Catarina
Talvez o mais belo no ser humano é a capacidade de sonhar. Com ele, é possí­vel vislumbrar horizontes, destacar me­tas e lutar por resultados satisfatórios. No esporte, o sucesso quase sempre de­pende começa com um simples sonho.

A dupla joinvilense de vôlei de praia Dadá e Mayra tem nas mãos a chan­ce de dar um salto na breve carreira e com cortadas fortes, brilhar no topo entre as melhores do país. Elas foram convocadas para a seleção catarinense e vão disputar o Campeonato Brasilei­ro de Seleções sub-19, em Cabo Frio (RJ) de 9 a 12 de maio. A disputa será sob os olhares de comissões técnicas da Confederação Brasileira de Vôlei e poderá render a elas uma vaga na equi­pe brasileira da categoria.

As duas meninas atuam juntas desde 2011 e pela primeira vez vão disputar uma competição nacional. O trabalho é árduo sob os cuidados dos técnicos Silvio Ro­drigues e Marcio Rosa, quatro vezes por semana na Associação de Moradores do bairro Adhemar Garcia. “Ele (Silvio) co­bra bastante, mas é a função dele e a gen­te não reclama”, diz Odaísa de Andrade, a Dadá, que hoje completa 15 anos e ganhou de presente esta oportunidade valiosa.

Mayra Amorim (14), assim como a colega de quadra e amiga de escola – elas se conheceram no Caic do bairro – quer representar bem a cidade e trazer a medalha para Santa Catarina. A dupla sempre jogou na areia e nunca na qua­dra. As “ratas da praia” têm também a humildade dos campeões. “A gente vai por experiência, temos os pés no chão. Vamos jogar com calma e não nos des­concentrar”, avalia Dadá. “Vamos levar isso bem a sério”, conclui Mayra.

Talentos lapidados em casa

 De acordo com o técnico Sílvio Rodrigues, a própria CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) procura talentos em Joinville. “Eles sabem que formamos bons atletas e, por isso, nos procuram”, diz Rodrigues.

Ele será um dos treinadores da seleção catarinense, composta por duas duplas femininas e outras duas masculinas. A inspiração das meninas para brilhar tanto quanto a me­dalha que vão à caça não pode­ria ser melhor: a dupla Juliana e Larissa, seis vezes campeã do circuito mundial de modalidade e bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade