Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Com gols de Ferrareis e Maikon Leite , Figueirense é campeão Catarinense 2018 pela 18ª vez

Alvinegro vence a Chapecoense por 2 a 0 e o destaque da final foi o goleiro Denis, muito criticado durante a competição, com uma participação perfeita

Michael Gonçalves
Florianópolis
08/04/2018 às 19H41

Com um futebol empolgante, o Figueirense conquistou neste domingo (8) o 18º título do Campeonato Catarinense. Assim, pelo menos pelos próximos dois anos, a torcida alvinegra pode se autodenominar o maior campeão do Estado. A vitória aconteceu com um bonito gol do atacante Gustavo Ferrareis e com a eficiência de Maikon Leite, no placar de 2 a 0 sobre a Chapecoense, em Chapecó. Destaque da final para o goleiro Denis, muito criticado durante a competição, com uma participação perfeita.

Ferrareis comemora o primeiro gol do Alvinegro - Renato Padilha/Mafalda Press/ND
Ferrareis comemora o primeiro gol do Alvinegro - Renato Padilha/Mafalda Press/ND



Logo aos dois minutos, o lateral Guilherme Lazaroni apresentou as armas do Alvinegro. Ele arriscou de trivela de fora da área e a bola passou perto do gol do Verdão do Oeste. Na sequência, Ferrareis recebeu na grande área e bateu cruzado para a defesa de Jandrei. Aos 13, o bola sobrou limpa para Ferrareis, que acertou um belo chute e o goleiro Jandrei, adiantado e perdido no gol, aceitou o gol.

A Chapecoense chegou pela primeira somente aos 17. Após cobrança de escanteio, o meia Luiz Antônio cabeceou fraco e o goleiro Denis pegou firme. O Figueirense respondeu após bela jogada de Renan Mota, que achou André Luiz sozinho para cabecear para fora. A equipe de Chapecó levou perigo com o lateral Bruno Pacheco, que bateu no cantinho e o goleiro alvinegro tirou em escanteio.

Aos 23, o Figueirense fez a melhor tabelinha da partida desde o campo de defesa. Nos últimos toques, Renan Mota serviu André Luiz, que tocou para Jorge Henrique isolar a bola sobre o gol. Dez minutos depois, o Verdão do Oeste voltou a pressionar em escanteio. Após a cobrança, o atacante Guilherme cabeceou no ângulo e Denis tirou com a ponta dos dedos. A Chapecoense continuou na pressão com o chute de Luiz Antônio, que o zagueiro Nogueira espanou e deu o 6ª escanteio para o clube de Chapecó.

Na etapa final, o técnico Gilson Kleina mudou a Chapecoense em duas posições com a entrada de Apodi e Vinícius. O time do Oeste começou pressionando e a equipe da Capital saia nos contra-ataques. Primeiro foi o meia Márcio Araújo, depois o atacante Guilherme, que chutaram sobre o gol de Denis.

Aos 14, o goleiro Denis pegou firme o chute de Wellington Paulista. Cinco minutos, Apodi dominou e soltou uma bomba para mais uma defesa espetacular do goleiro do Alvinegro. A pressão da Chapecoense continuou com o atacante Arthur Caike, que recebeu de costas para o gol, virou e bateu sobre a trave.  

 Denis voltou a brilhar aos 26. Canteros cobrou falta, a bola desviou na barreira e o goleiro do Figueirense pegou no contrapé. Dez minutos depois, Canteros voltou a cobrar falta e carimbou o travessão. Aos 40, Diego Renan lançou Maikon Leite que tocou rasteiro na saída de Jandrei.

 

Ficha técnica

Chapecoense 0 x 2 Figueirense

Chapecoense: Jandrei; Eduardo (Apodi), Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Luiz Antônio (Vinícius), Márcio Araújo e Canteros; Guilherme (Arthur Caike) e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina

Figueirense: Denis; Diego Renan, Eduardo, Nogueira e Lazaroni; Zé Antônio, Betinho (Pereira), Jorge Henrique e Renan Mota (João Lucas); Ferrareis (Maikon Leite) e André Luis. Técnico: Milton Cruz.

Local: Arena Condá; Data: 08.04.18; Hora: 16h.

Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Helton Nunes. VAR: Rafael Traci, auxiliado por Carlos Berkenbrock.

Amarelos: Wellington Paulista (C); Renan Mota, Jorge Henrique, André Luiz e Nogueira (F)

Gols: 1º T, 13’ – Ferrareis (F); 2º T, 40’ – Maikon Leite.

Público: 18.064

Renda: R$ 544.545,00

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade