Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Salão Internacional do Automóvel de São Paulo apresenta novidades para reembalar o mercado

Ao todo, são 500 veículos de 41 marcas que apostam na mostra realizada no Pavilhão de Exposições do Anhembi

Altair Magagnin Junior
Florianópolis

Mauro Geres

Especial para o Notícias do Dia

Com modelos para todos os gostos e bolsos, o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo espera receber, até o encerramento, dia 9 de novembro, cerca de 750 mil pessoas. Ao todo, são 500 veículos de 41 marcas que apostam na mostra realizada no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, para conquistar os consumidores. E em ano de queda em vendas vale tudo para chamar a atenção. Carros populares, modelos sofisticados e caros, veículos híbridos e movidos a energia elétrica, conceitos e superesportivos. Enfim, uma vitrine para mostrar a capacidade tecnológica e criativa das indústrias para fazer o mercado recuperar o embalo.

Divulgação
EcoSport Storm. Inspirado na picape F-150 Raptor, modelo tem visual agressivo. Uso de pneus lameiros, molduras dos para-lamas e protetor dianteiro reforçam o apelo off-road

Um dos segmentos mais visados para aquecer os negócios é o dos jipinhos urbanos compactos. O líder EcoSport, da Ford, e seu perseguidor mais direto, o Duster, da Renault, vão ter novas companhias a partir do ano que vem, mas não estão parados e colocaram em seus estandes os chamados “show-cars” com novas possibilidades para seus modelos, enquanto Jeep, Peugeot, Honda e JAC apresentaram suas apostas para acirrar ainda mais a disputa no setor.

A principal novidade é o Jeep Renegade, o primeiro SUV compacto do país com motor turbodiesel, mas que terá também a opção do propulsor flex ETorq de 1.8 litro. O aventureiro também inova com o câmbio automático de seis ou nove marchas, além da transmissão manual de cinco marchas e tração 4x2 ou 4x4. O carro terá três opções de acabamento: Sport, Longitude e Trailhawk, a mais sofisticada.

Estilo diferenciado, com linhas mais retas, acabamento caprichado, generosa gama de equipamentos e adoção de soluções tecnológicas e de segurança como monitores de ponto-cego nos retrovisores laterais, sete airbags e o sistema ParkAssist, que estaciona o carro em vagas paralelas e perpendiculares, quase sem intervenção do motorista fazem parte do pacote oferecido pelo Renegade.

Lançamentos misturam segmentos

Outro concorrente que estreará no ano que vem, ainda no primeiro trimestre, é o HR-V da Honda. A marca diz que o modelo reúne o estilo vibrante comum aos cupês, a funcionalidade de uma minivan, e a robustez de um SUV. O carro terá tração dianteira e motor 1.8 i-VTEC aliado à transmissão CVT, conjunto que deve oferecer equilíbrio entre performance e eficiência no consumo de combustível e garantir boa dirigibilidade.

A Peugeot aposta suas fichas em um caminho semelhante. O crossover 2008 segue a receita de seu “irmão” maior, o 3008: dirigibilidade de um hatch, robustez de um SUV, bom espaço interno e acabamento requintado. Lançado na Europa em 2013, o 2008 já vendeu 200 mil unidades e faz sucesso também na China.

A JAC Motors também quer tirar sua casquinha deste segmento. Para isso, apresenta no salão o T5. Recém-lançado no mercado chinês, o modelo tem design atual com destaque para os faróis com led e projetores na dianteira e lanternas de led na traseira. O T5 terá opção de câmbio manual e também o automático do tipo CVT. O motor será o já conhecido 1.5 16V VVT Jet Flex, o mesmo que já é utilizado no J3 S 1.5 Jet Flex.

Modelos sustentáveis ganham espaço

Os chamados carros sustentáveis, com adoção de soluções que prejudiquem menos o meio ambiente, poupem as reservas de combustíveis fósseis e o bolso do motorista também se destacam no salão. Aos poucos, os problemas de baixa autonomia e desempenho já estão sendo superados por modelos elétricos e, com isso, mais montadoras vão apresentando seus carros “verdes”. Entre os elétricos estão expostos, por exemplo, o Fiat 500e, o BMW i3 e o Kia Soul EV.

Já entre os híbridos, modelos que usam duas formas de motorização, geralmente um propulsor elétrico e outro por combustão, também marcam presença, entre outros, o Audi A3 e-tron, o Toyota Prius, o Porsche Panamera e o BMW i8. Apesar do maior número de opções, inclusive entre esportivos, a popularização do uso destas tecnologias, por enquanto, esbarra nos custos elevados dos modelos.

Divulgação
Made in SC – Carros produzidos na nova fábrica da BMW instalada em Santa Catarina fizeram a estreia no salão ao lado de modelos importados, como o i8. Primeiro carro saído da linha de produção em Araquari, um sedã da Série 3 autografado pelos funcionários (no detalhe), também ganhou espaço no estande da marca de origem germânica
Divulgação
Renegade – Fabricado no Brasil, SUV compacto da Jeep tem linhas retas, dois tipos de motorização, um deles a diesel; e opção de câmbio automático de nove marchas e tração 4x4
Divulgação
HR-V – Apresentado pela Honda no salão, o jipinho terá tração dianteira, motor 1.8 i-VTEC e transmissão CVT. Com este conjunto mecânico, SUV é mais voltado ao uso urbano
Divulgação
2008 – O modelo da Peugeot tem características que remetem ao crossover 3008. Ele terá o motor 1.6 THP flex de até 173 cv de potência e câmbio manual de seis marchas
Divulgação
T5 – Recém-lançado na China, o modelo tem design atual com destaque para os faróis e lanternas com led e motor 1.5 16V VVT Jet Flex, o mesmo que já é utilizado no J3 S
Divulgação
Duster Oroch – Protótipo feito por designers brasileiros dará origem à picape cabine dupla que será produzida pela Renault. Modelo usará a plataforma da Duster e não tem data para chegar ao mercado
Divulgação
500e – O citycar 100% elétrico da Fiat tem 160 km de autonomia. Com emissão zero, faz de zero a 100 km/h em 9 segundos. O motor elétrico rende 113 cv de potência e torque de 20,4 kgfm
Divulgação
BMW i3 – Linhas sofisticadas são o cartão de visita do modelo que tem 170 cv de potência máxima e aceleração de zero a 100 km/h em 7,9 segundos com emissão zero de poluentes
Divulgação
A3 e-tron – Modelo da Audi conta com um motor turbo a gasolina 1.4 com 150 cv, que se soma a propulsor elétrico que gera mais 102 cv. Modelo faz de zero a 100 km em 7,6 segundos e chega aos 222 km/h
Divulgação
Panamera S E-Hybrid – Modelo da Porsche tem consumo médio de 32,2 km/l de gasolina. É equipado com um motor V6 de 3 litros e 333 cv de potência e outro, elétrico, com mais 95 cv
Divulgação
AMG GT – Esportivo da Mercedes-Benz será oferecido em duas versões, ambas com o novo motor V8 4.0 biturbo. Versão mais apimentada, chamada de “S”, alcança potência de 510 cv
Divulgação
FCC4 – O protótipo com linhas futuristas será fonte de inspiração para a picape média que a Fiat está preparando. Modelo usará a base do Renegade e deve ter dimensões menores que as das concorrentes
Divulgação
Corvette C7 – Superesportivo norte-americano fez a primeira aparição oficial no salão. Equipado com motor de 6.2 litro V8 de 466 cv e câmbio de oito marchas, faz de zero a 100 km/h em menos de 4 segundos
Divulgação
FT1 – Conceito futurista projetado para o famoso game Gran Turismo 6, o esportivo da Toyota tem linhas agressivas e conta com motor com potência de 485 cv
Divulgação
NSX – Com tração integral, o superesportivo híbrido da Honda alia alta performance à economia de combustível. O modelo de produção comercial terá seu lançamento global no ano que vem
Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade