Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Ex-bancário vira mestre na arte de decorar bolos em Joinville

Olavo Gonçalves deixou setor financeiro para se especializar em cake design

Raquel Schiavini Schwarz
Joinville
Luciano Moraes/ND
Obra de arte. Obcecado pela qualidade, Gonçalves busca conhecer bem o perfil do cliente para entregar o bolo perfeito

 

Quando se chega ao seu ateliê, na rua Concórdia, impossível não se impressionar com a beleza e imponência dos bolos. E também com a simpatia de Olavo Gonçalves, 62 anos, chef formado pela Fort Lauderdale Culinary School, nos Estados Unidos.

Depois de morar por quase 40 anos nos EUA, Olavo fixou endereço em Joinville, em julho de 2012. Sorte de quem aprecia um bolo único, delicioso e coberto de arte. Ele havia acabado de se mudar quando recebeu a ligação da primeira cerimonialista. Mesmo sem o ateliê montado, Olavo aceitou receber a noiva em seu apartamento. Para ela, fez o bolo dos sonhos. “Depois do vestido, o bolo é o segundo elemento mais importante para noivas”, atesta Gonçalves.

Em maio de 2013, abriu as portas do Ollie Cake’s, que atende não só casamentos, mas todos os tipos de eventos, como festa de 15 anos, aniversários, chá de panela, comunhão e batizados. Além de bolos, oferece cupcakes.

Mas até chegar à rua Concórdia, Gonçalves acumulou quilômetros de histórias em sua bagagem. Nascido em Ferraz Vasconcelos (SP), decidiu estudar inglês nos EUA aos 21 anos. Lembra até a data que embarcou: 10 de maio de 1975, véspera do Dia das Mães. Ficou em Washington na casa de conhecidos da família. Ao final de um ano, os pais foram buscá-lo, mas surpreendeu a todos e decidiu partir sozinho para Nova York.

Depois de alguns meses, conheceu Manny Labady, que o convidou para morar com sua família. “Até hoje, eles são a minha família nos EUA”, sublinha Gonçalves, que em 1980 conseguiu emprego no Banco do Brasil. Começou trabalhando no telex e depois passou para o departamento de empréstimo. Em 1989, foi para Miami e continuou no banco. Chegou ao cargo de supervisor em 1995, mas confessa que era um trabalho estressante. Por isso, decidiu sair.

Como sempre gostou de bolos, Gonçalves vivia comprando ingredientes e formas em uma tradicional loja de Miami, que um dia foi colocada à venda. O dono perguntou se ele não queria comprá-la.
Após uma curta viagem, Olavo fez uma oferta e acabou comprando a Miles Cake & Candy Supplies. Lembra que o começo foi difícil, pois o antigo dono desapareceu sem dar muitos detalhes e uma fiscal apareceu ameaçando fechar a loja. Ele teve um mês para limpar, pintar e organizar o espaço.Aos poucos, os clientes foram voltando e a loja voltou a crescer.

 

Joinville conquistou o cake designer

 

Luciano Moraes/ND
Referência. O cake designer dá cursos de decoração de bolos dentro e fora do país

 

Olavo Gonçalvez fez faculdade de gastronomia e inúmeros cursos de decoração de bolo. A Miles Cake & Candy Supplies, reconhecida por dar cursos de decoração de bolos, voltou a fazer isto pelas mãos de Gonçalves. No início, ele trazia chefs para ensinar confeitaria e doces finos. Sempre atento às técnicas, logo aprendeu a fazer e passou a ministrar cursos. Uma de suas habilidades é fazer flores de açúcar para decorar bolos.

Ele conta que participou de um dos mais renomados concursos de bolos dos Estados Unidos, em Oklahoma. Chegou em terceiro lugar. Seus alunos sempre venciam as disputas que participavam, lembra o simpático chef, que chegou a lançar um livro e teve seus bolos publicados em diversas revistas pelo mundo, como a “Cake Design”.

A loja ia bem até a crise americana de 2008. “Tudo ficou muito caro, havia uma inflação severa, coisa que nunca vi por lá”, lembra.  Gonçalves sentiu os efeitos, mas ainda assim manteve as portas abertas até 2010, quando decidiu vender a loja e voltar para São Paulo.

Em São Paulo, chegou a dar alguns cursos, mas não se adaptou. Estava pensando seriamente em voltar à Flórida. Foi quando uma joinvilense, que era sua cliente na loja em Miami, o convidou para vir a Joinville. Ele aceitou e veio conhecer a cidade. “Chovia muito”, lembra, aos risos.

Hoje, o cake designer segue surpreendendo com suas obras. Já fez bolos de 12 andares e já foi convidado para muitos casamentos. “Só fico observando a reação da noiva quando ela vir o bolo. Se ela sorrir, eu já posso ir embora.” Gonçalves também já entregou bolos exclusivos só para agradar os noivos. “Eles sempre querem de chocolate, mas a noiva não aceita”, comenta.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade