Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

A visão do mundo em tupi-guarani é o enredo da escola Nação Guarani

Agremiação da Palhoça recontará a história da criação do universo

Felipe Alves
Florianópolis
24/02/2017 às 11H54

No segundo ano desfilando pelo grupo especial, a Nação Guarani, de Palhoça, é a única representante do grupo de fora da Capital. Baseado na mitologia tupi-guarani, o enredo da escola vai contar a história da origem do universo na visão indígena. Os carros alegóricos vão representar a criação dos seres, da terra, água, do ar e do ser humano. A escola mostrará na avenida desde o vazio do mundo até a criação da terra prometida, representada por quatro palmeiras azuis e criada por Deus na visão tupi-guarani.

A proposta é recontar a criação do universo não pelos livros oficiais, mas pela visão dos próprios índios, que acreditam no profeta Caraíba e na criação da matéria a partir da relação entre as almas positivas e negativas.

Longe dos redutos tradicionais do samba, a Nação Guarani encontrou em Palhoça o espaço para criar uma nova agremiação em 2011. A ideia surgiu depois de um Carnaval em que a própria cidade foi tema de enredo. Desde então, a escola vem crescendo, e subiu rapidamente para o grupo especial em 2015.

Nação Guarani ensaiou na praça 15 - Flávio Tin/ND
Nação Guarani ensaiou na praça 15 - Flávio Tin/ND



Enredo: Guarani sou teu povo... Sou Nação... É o mito da criação, nas colinas do Areguá

Ordem no desfile: 3ª (1h20)

Presidente: Márcio Schitz

Rainha: Edilene Martins

Rainha de bateria: Verena Silva

Fundação: 15 de setembro de 2011

Localidade: Palhoça

Cores: azul, branco, vermelho, laranja, amarelo, verde e violeta

Título: campeã do Grupo de Acesso em 2015

Posição em 2016: 5º lugar

 

Samba-enredo

Autores: André Filosofia, Juninho Zuação, Leanndrinho Lv, Nando do Cavaco, Diley Machado, Tabajara Ortiz, Guilherme Cecílio, Wilson Silva, Wagner Amaral e Xandinho Nocera

 

Hoje eu vou declarar, eu vou!

O meu amor por ti

Bate forte o coração

Lá vem a Nação Guarani

 

Divina luz da criação

“Clareia as Trevas!” É o amor…

Misteriosa energia

Que brota da alma e irradia o esplendor

O Vento a soprar num lindo “bailar”

Resplandece a natureza

A passarada revoar, tribos vão habitar

Um mundo de rara beleza

Na Era do Trovão, Mãe Terra em evolução!

Revelam a essência desse chão

 

Um Paraíso se formou (ôô)

Cenário de encantos mil

Mas a força das águas o devastou

E um novo cantar se ouviu

 

O Criador! Namandu, nosso Senhor

Concebeu uma nobre missão

E no limiar da Primavera

Nasce uma “nova terra”, clamando proteção

Seres sobrenaturais, se espalham na floresta

Na “plenitude da palavra” dos nossos ancestrais

A sapiência se manifesta!

Na Yvy Maraey: Morada dos Deuses vem ver!

A felicidade fez seu lar

E a paz sempre vai encontrar

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade