Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

O dia-a-dia de Joinville e região contado por Luiz Veríssimo.

  • Após receber inquérito, Ministério Público deve solicitar prisão do pai do menino Jonatas

    O Ministério Público deve pedir até o final desta semana a prisão preventiva de Renato Openkoski, pai do menino Jonatas, personagem da maior campanha comunitária já realizada em Joinville. O inquérito policial concluiu que ele é culpado e o indiciou por estelionato e apropriação indébita, mas a prisão preventiva foi justificada como forma de ele parar de pedir dinheiro (e não mais depósito no banco) para ajudar o filho, sob a alegação de que as contas bancárias estão bloqueadas.

    Médico envolvido

    O pedido de prisão preventiva também foi feito para o médico Danny César de Oliveira, residente em Balneário Camboriú e amigo do casal Openkoski, por ter cometido “falso” testemunho. O Ministério Público recebeu o inquérito na última sexta-feira e tem cinco dias para dar encaminhamento ao “Caso Jonatas”. Segundo uma fonte do Ministério Público, a prisão preventiva deve ser solicitada ao juiz Márcio Renê Rocha (Vara da Infância e Juventude)[...]

    Leia mais