Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Todas as novidades do Carnaval de Floripa: as festas programadas, bastidores e o aquecimento dos tamborins até o grande dia da festa!

  • Sem vencer desde 2010, Copa Lord leva para casa o 20º título de sua história

    Do alto do Morro da Caixa, dona Uda Gongaza, 80 anos, recebeu na tarde de ontem o troféu que orgulhou e consagrou a comunidade este ano: a Embaixada Copa Lord é a campeã do Carnaval 2018. Depois de sete anos sem vencer e oscilar entre o segundo e terceiro lugar, a escola conquistou os jurados com um enredo em homenagem ao manjericão e levou para casa o 20º título. Na passarela Nego Quirido, a comemoração foi dividida com a vice-campeã, Os Protegidos da Princesa, em um momento histórico que uniu as duas agremiações mais antigas da cidade.

    Com o atraso de dois minutos na avenida da Unidos da Coloninha, campeã em 2017 e 2018, e também da Consulado em minuto, a expectativa era uma disputa acirrada de pontos entre Copa e Protegidos. Na apuração, cada décimo de ponto fez a diferença e, por meio ponto, a Copa Lord levou o troféu para casa, fechando o Carnaval com 24 notas “10”, das 27 possíveis.  

    Com um enredo focado no manjericão e em seus diversos usos ao[...]

    Leia mais
  • Modelo do Carnaval de Florianópolis deverá ser revisto para 2019

    O modelo dos grupos de escolas de samba do Carnaval da Grande Florianópolis deve ser reavaliado pela Liesf (Liga das Escolas de Samba) e prefeitura da Capital. Pelo segundo ano, somente as seis escolas do grupo Especial desfilaram na passarela Nego Quirido. Outras 10 agremiações, que compõem os grupos de Acesso e Acesso A, não saíram na avenida por falta de verbas.

    Para o presidente da Liesf, Fábio Botelho, Florianópolis não tem condições de ter 16 escolas de samba hoje. “Em março vamos fazer o planejamento para 2019. Vamos fazer uma avaliação e corrigir o que precisar. Vamos ter que repensar o modelo de Carnaval e trazer mais iniciativa privada”, afirma. O grupo de Acesso foi criado em 2011 e o de Acesso A, em 2015. O ano de 2016 foi o único em que os três grupos desfilaram.

    Carnaval 2018 em Florianópolis  - Daniel Queiroz/ND
    Carnaval 2018 em Florianópolis - Daniel Queiroz/ND



    Segundo o superintendente de cultura e turismo de Florianópolis, Vinicius de Luca, a prefeitura vai se reunir internamente e[...]

    Leia mais
  • Das 27 notas em jogo, Copa Lord recebeu dos jurados 24 notas “10”

    A Embaixada Copa Lord teve um desfile quase perfeito, de acordo com as notas dadas pelos 27 jurados. Em cada um dos nove quesitos avaliados, cada escola recebeu três notas da comissão julgadora. A agremiação do Morro da Caixa levou 24 notas “10”e perdeu um décimo em evolução (9,9) e quatro décimos em comissão de frente (9,8 e 9,8), totalizando os 269,5 pontos. Nos outros sete quesitos, a Copa levou 10 em tudo.

    Vice-campeã de 2018, a escola Os Protegidos da Princesa, levou 20 notas “10” dos jurados. Os quesitos em que a agremiação mais perdeu pontos foram harmonia e evolução – três décimos em cada. Bateria, samba-enredo e fantasia também tiraram pontos da vice-campeã, que terminou o Carnaval com 269 pontos, apenas meio ponto de diferença para a campeã.

    Caso o desfile deste ano não tivesse penalidades, Consulado (que perdeu um ponto por exceder o tempo de desfile) e Unidos da Coloninha (que perdeu dois pontos pelo mesmo motivo), teriam subido de[...]

    Leia mais
  • Seis escolas de samba desfilam neste sábado de Carnaval na Nego Quirido

    Quando o relógio marcar 22h30 neste sábado e o alarme ecoar pela passarela Nego Quirido, o samba vai tomar conta da cidade. As escolas Dascuia, Nação Guarani, Unidos da Coloninha, Embaixada Copa Lord, Os Protegidos da Princesa e Consulado terão, cada uma, 70 minutos para apresentar na passarela o tão planejado desfile de Carnaval. Mestres-salas, porta-bandeiras, ritmistas, baianas, passistas, rainhas, princesas e centenas de componentes entram na avenida com um objetivo: manter viva a cultura do Carnaval.

    Por questões financeiras, somente as seis escolas de samba do grupo Especial vão desfilar este ano. As outras 10 agremiações, dos grupos de Acesso e Acesso A, ficam de fora pelo segundo ano consecutivo. Sem o risco de rebaixamento, as seis escolas do grupo de elite vão lutar pelo troféu que, nos últimos dois anos, ficou com a Unidos da Coloninha.

    Com o desfile confirmado em meados de dezembro, as escolas tiveram menos de dois meses para tirar do papel suas ideias,[...]

    Leia mais