Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Todas as novidades do Carnaval de Floripa: as festas programadas, bastidores e o aquecimento dos tamborins até o grande dia da festa!

  • Das 27 notas em jogo, Copa Lord recebeu dos jurados 24 notas “10”

    A Embaixada Copa Lord teve um desfile quase perfeito, de acordo com as notas dadas pelos 27 jurados. Em cada um dos nove quesitos avaliados, cada escola recebeu três notas da comissão julgadora. A agremiação do Morro da Caixa levou 24 notas “10”e perdeu um décimo em evolução (9,9) e quatro décimos em comissão de frente (9,8 e 9,8), totalizando os 269,5 pontos. Nos outros sete quesitos, a Copa levou 10 em tudo.

    Vice-campeã de 2018, a escola Os Protegidos da Princesa, levou 20 notas “10” dos jurados. Os quesitos em que a agremiação mais perdeu pontos foram harmonia e evolução – três décimos em cada. Bateria, samba-enredo e fantasia também tiraram pontos da vice-campeã, que terminou o Carnaval com 269 pontos, apenas meio ponto de diferença para a campeã.

    Caso o desfile deste ano não tivesse penalidades, Consulado (que perdeu um ponto por exceder o tempo de desfile) e Unidos da Coloninha (que perdeu dois pontos pelo mesmo motivo), teriam subido de[...]

    Leia mais
  • Oeste catarinense é exaltado na Nego Quirido pela escola Os Protegidos da Princesa

    Com 20 alas e dois carros alegóricos, a escola Os Protegidos da Princesa é a penúltima a entrar na Nego Quirido, às 4h10 de domingo. Representações de índios dominam o início do desfile, que tem como enredo “Das terras kaingangs às terras do futuro!”, uma homenagem da agremiação ao oeste catarinense. Na avenida, a história relembra desde os índios kaingangs que habitavam o oeste até o potencial agropecuário da região.

    Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola Os Protegidos da Princesa - Daniel Queiroz/ND
    Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola Os Protegidos da Princesa - Daniel Queiroz/ND



    Ensaio técnico de Os Protegidos da Princesa na Nego Quirido em 2018 - Rony Costa/ND
    Ensaio técnico de Os Protegidos da Princesa na Nego Quirido em 2018 - Rony Costa/ND


    O primeiro carro da escola é uma locomotiva, que representa bem a história que a Protegidos quer contar. “Ela é muito representativa no oeste e vai ajudar a contar o enredo”, diz Beirão. O Índio Condá, que era um cacife da região e tinha forte papel político, também está representado em uma ala da escola.  “Começamos com os[...]

    Leia mais
  • A relação espiritual e de fé com o manjericão é destaque no desfile da Copa Lord

    Quarta escola a entrar na avenida, às 2h45 de domingo, a Embaixada Copa Lord conta a história do manjericão. Uma planta de múltiplos usos e que une diferentes culturas através dos tempos, o manjericão tem uso não apenas culinário, mas principalmente relacionado à fé de diferentes povos. Com o tempo, o uso da planta se transformou. Mas uma essência se manteve intacta: a ligação do manjericão com a fé e a renovação espiritual. Sua história envolve reis, santos, mitos e crenças. A escola desfila com dois carros alegóricos, um quadripé e 22 alas com o enredo “Manjericão – Um banho de fé.

    Ensaio técnico de Embaixada Copa Lord na Nego Quirido em 2018 - Rony Costa/ND
    Ensaio técnico de Embaixada Copa Lord na Nego Quirido em 2018 - Rony Costa/ND


    A comissão de frente da Copa Lord representa criaturas fantásticas das profundezas do oceano, a partir de histórias hindus antigas que contavam que, com o batimento deste oceano, nasceu Vrinda Devi, que se tornou o manjericão sagrado. “Esse enredo busca um pouco do lado místico e de[...]

    Leia mais
  • A tecnologia domina o desfile da Unidos da Coloninha na Nego Quirido

    A atual bicampeã do Carnaval de Florianópolis entra na avenida à 1h20 de domingo com um desfile tecnológico. O enredo “Tecnópolis, o passaporte de Floripa para o futuro” relembra as descobertas do mundo tecnológico, a dualidade entre homens e máquinas e o potencial tecnológico de Florianópolis. A proposta é resgatar a história da tecnologia, passando pela Revolução Industrial, a Segunda Guerra Mundial, o boom da tecnologia nos últimos anos, as pesquisas da área nas universidades e a vocação da Capital, conhecida como o Vale do Silício no Brasil. A escola entra na avenida com 22 alas e dois carros alegóricos.

    O primeiro carro alegórico da escola teve dificuldades para entrar na avenida. Uma ala que entraria depois passou para a frente, pois o carro ficou empacado durante alguns minutos no começo do desfile, mas logo o problema foi resolvido e a ala abriu espaço para a alegoria passar. O atraso com o carro alegórico prejudicou o tempo final da escola,[...]

    Leia mais