Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994, e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

  • Outro mistério: reaparecem ossadas sumidas do Araguaia

    Um episódio surreal causou um sigiloso corre-corre de familiares de vítimas da ditadura a Brasília. Na terça (10), em audiência na Justiça Federal, um assessor especial do Grupo de Trabalho do Araguaia garantiu à juíza Solange Salgado que as ossadas de três guerrilheiros, que haviam desaparecido, estão em armários da Universidade de Brasília. Entre elas, um crânio que pode ser de um dos guerrilheiros decapitados na região na década de 70. Agora, a Justiça acionará a PF para fazer diligências na UnB e descobrir como elas reapareceram.   

    Memória 

    A pedido da Secretaria de Direitos Humanos, a PF já  entrou no caso. A coluna revelou em Janeiro que as ossadas haviam sumido de armário do Ministério da Justiça. 

    Um deles 

    Há suspeitas de que o crânio pode ser de desses três: Paulo Petit, Arildo Valadão, o Ari, ou Adriano Fonseca, o Chicão. O trio foi executado pela tropa da ditadura no Araguaia.  

    Só agora 

    As revelações do ressurgimento[...]

    Leia mais
  • Três ministros podem naufragar na “Porto Seguro”

    A devassa da PF no segundo escalão do Ministério do Trabalho é aperitivo perto do que as investigações já descobriram na esteira do inquérito da Operação Porto Seguro. Pelo menos três ministros estão na mira porque tiveram contato com Paulo Vieira, ex-diretor da Antaq, para facilitar a legalização de área portuária em Santos. No e-mail institucional de um dos servidores, há uma foto de um poderoso ministro, em casa, brindando bom vinho com um dos detidos, comemorando o avanço das articulações.  

    Incólume

    A PF prendeu vários servidores, de alto e médio escalão, mas deixou solto o principal corruptor do grupo, o ex-senador Gilberto Miranda, dono da área bilionária em Santos. 

    No ar, no chão

    Miranda por várias vezes deu carona de jatinho para servidores que colaboravam. Era no avião que fazia reuniões, inclusive em pátios, para escapar de escutas. 

    Língua solta

    Os servidores detidos prestam depoimentos sigilosos em São Paulo. Inclusive[...]

    Leia mais
  • Dilma convoca Conselho Gestor da Internet para explicar espionagem

    A presidente Dilma convocou para reunião no Palácio na segunda, às 17h, todos os conselheiros do Comitê Gestor da Internet (CGI), braço do Ministério das Comunicações, com nove membros do governo.  Ela está irada com o silêncio do CGI desde a revelação da espionagem norte-americana. Vai cobrar resultados e quer saber três coisas: como investem os R$ 120 milhões por ano que arrecadam com o domínio .br, por que está vulnerável a espiões digitais e como melhorar a proteção da rede. 

    .Gov 2.0

    O CGI é ligado ao NIC - Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, entidade civil, com participação de membros do governo, entre eles o ministro Paulo Bernardo. 

    Certidão 

    O cgi.br foi criado pela Portaria Interministerial 147, de 1995, com missão de “coordenar e integrar iniciativas de serviços Internet, promovendo a qualidade técnica”.  

    Yes, we can 

    Coube à Abin e ao GSI se apressarem e apresentarem à presidente o drive CriptoGov e o[...]

    Leia mais
  • Embratur já comemora recorde histórico de turistas no Brasil

    A Embratur prepara a divulgação de dados otimistas para o turismo no Brasil. Com base nos números de janeiro a agosto deste ano, a empresa projeta que, pela primeira vez na história, o País passará dos 6 milhões de turistas estrangeiros que aqui desembarcaram. E que em 2014 chegará a 7 milhões, com a realização da Copa do Mundo. A despeito do boom no Nordeste, Rio e São Paulo continuam as principais portas de entrada.   

    Portas abertas 

    “Ainda podemos muito mais, porém já é um grande avanço, se considerarmos que há três anos eram menos de 5 milhões de turistas”, diz o presidente Flávio Dino.

    Reedições

    Depoimentos sigilosos à Comissão da Verdade, de vítimas e militares, trouxeram à tona casos inéditos e novos personagens que vão atualizar os livros de história. 

    Cegueira 

    Da série Tanta coisa importante na fila e... Os cinemas poderão ser obrigados a higienizar óculos de exibição de filmes em 3D. Projeto que avança na[...]

    Leia mais