Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Violoncelista Antônio Meneses e pianista Cristian Budu apresentam espetáculo nesta sexta

Os músicos são convidados de projeto da Pró-Música, que quer democratizar a cultura

Redação
Florianópolis
06/09/2018 às 21H21

Antônio Meneses tocou com grandes orquestras e maestros - Divulgação/ND
Antônio Meneses tocou com grandes orquestras e maestros - Divulgação/ND



Após quatro apresentações de sucessos nos últimos meses - Ballet Giselle, Sonhos, Concertgebouw Chamber Orchestra com Sarah Chang e Pichas Zukerman e Angela Cheng - a Pró-Música de Florianópolis promove mais um espetáculo internacional, gratuito, hoje, no Teatro Pedro Ivo, às 20h30. O violoncelista Antônio Meneses e o pianista Cristian Budu apresentarão um programa com clássicos como “Sonatas no 1 e 2”, de J. S. Bach, “Cantilena” e “Trenzinho Caipira”, de Villa Lobos, e a magistral sonata para violoncelo e piano de Rachmaninoff.

Professor no Conservatório de Berna (Suíça), Antônio Meneses começou a estudar violoncelo aos dez anos de idade e aos dezesseis conheceu o italiano Antonio Janigro, famoso violoncelista de quem foi aluno em Düsseldorf e Stuttgart. Em 1977 venceu o Concurso Internacional ARD, em Munique, e em 1982 recebeu o 1.° Prêmio e a Medalha de Ouro no Concurso Tchaikovsky, em Moscou. Antonio Meneses se apresentou com grandes orquestras e maestros no mundo. Realizou gravações com Herbert von Karajan e a Orquestra Filarmônica de Berlim.

Cristian Budu é expoente da nova geração - Divulgação/ND
Cristian Budu é expoente da nova geração - Divulgação/ND



Cristian Budu, em 2013, tornou-se o primeiro brasileiro a vencer o 25º Concours International de Piano Clara Haskil, na Suíça. Esse prêmio tem sido considerado pela crítica no Brasil como a mais importante premiação a um pianista brasileiro nos últimos 20 anos. Cristian aperfeiçou seus estudos com Elsa Klebanovsky, discípula direta do pianista Wilhelm Kempff.

O espetáculo faz parte do movimento Embaixador Pela Cultura, mantido por pessoas físicas e jurídicas da cidade e com patrocínio do Ministério da Cultura, Engie, Oncologia Clínica Florianópolis e o apoio do Costão do Santinho Resort.

A execução é da Pró-Música, entidade que completa 45 anos em 2018, idealizada por Darcy Brasiliano dos Santos, Foi a pioneira na formação de plateia e inspirou a criação de escolas de música, orquestras e corais.

Neyde Coelho destaca o cuidado com os programas da entidade - Marcelo Bittencourt/Arquivo/ND
Neyde Coelho destaca o cuidado com os programas da entidade - Marcelo Bittencourt/Arquivo/ND



Confira a entrevista com a atual presidente, Neyde Coelho:

O que é o projeto Embaixador?
Embaixador Pela Cultura é um projeto idealizado pelo médico oncologista, Luiz Alberto Silveira, inspirado na ação Médicos Sem Fronteiras, da qual ele é um dos Embaixadores. A essência do projeto é, portanto, a democratização da Cultura, levando-a a todos os segmentos sociais.


O que já foi realizado. E quantos concertos ainda terão?
A Pró-Música elaborou o Calendário Artístico 2018/19 que vem sendo desenvolvido passo a passo, na medida em que os recursos financeiros viabilizem a programação. Este ano, apresentamos o espetáculo integral “Ballet Giselle”, com a Cia Brasileira de Ballet e “Sonhos”, ambos com os primeiros bailarinos do Salzburg Ballet; a Concertgebouw Chamber Orchestra-Amsterdam com a solista Sara Chang; o violinista israelense Pinchas Zukerman e Angela Cheng (EUA). E agora, hoje, o violoncelista Antônio Meneses ao lado de Cristian Budu, pianista brasileiro, vencedor de um dos mais célebres concursos de piano, o Concurso Clara Haskil (Suíça). Em outubro, apresentaremos algo inédito em nossa temporada: o Grupo Anima. Esse grupo se notabilizou por levar ao palco a diversidade musical do Brasil, em suas versões inovadoras do repertório de música medieval e do Renascimento. Em novembro, apresentaremos o recital Chansons, panorama da música francesa de vários séculos e contemporânea, com o barítono Douglas Hahn e Alexandre Dietrich ao piano.

Como é feita a curadoria para esses concertos?
Este é um trabalho feito por mim, como diretora geral da temporada. Através de agentes culturais, contratamos artistas, sobretudo aqueles que já estão programados para a vinda ao Brasil. O critério que adotamos para a escolha dos eventos é, sobretudo, a qualidade, diversidade e a viabilidade financeira. O diferencial central do projeto Embaixador pela Cultura não é somente o acesso gratuito, mas sim o acesso a eventos de alta qualidade artística.

Como vocês tiveram acesso a esses programas qualificados?
Devido ao conceito que a Pró-Música conquistou pelos seus 45 anos de existência, temos um relacionamento estreito com agentes internacionais que nos oferecem sua programação.

Como é o trabalho para manter a entidade em tempos difíceis para a Cultura?
Durante o período mais grave da recessão no país, nesta década, a Pró-Música sofreu uma pequena interrupção em suas atividades. Acreditamos mesmo que o projeto Embaixador pela Cultura deu um novo oxigênio à nossa entidade. Pelo seu ineditismo, está proporcionando algo inovador devido ao seu caráter sociocultural.

Serviço:

O quê: Antônio Meneses e Cristian Budu
Quando: 7/9, 20h30
Onde: Teatro Pedro Ivo, rod. SC 401, km 15, 4600
Quanto: Gratuito (últimos ingressos)

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade