Publicidade
Quinta-Feira, 22 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 19º C

Uma verdadeira alquimista da criação

Ateliê Eva Macário mistura tempos e texturas

Dariene Pasternak
Florianópolis
Daniel Starling/ND
Artista e multicriadora, Rosane Macário reaproveita e mistura materiais e o resultado são peças exclusivas, uma alta costura artesanal

O harmônico é reaproveitar, pontua a multi criadora Rosane Macário, 48. Não há dúvidas, ao ver seu trabalho, esse conceito exposto nas peças, seja nas roupas ou nos objetos de decoração produzidos por ela. No recém inaugurado ateliê no Rio Tavares, chamado Eva Macário, referência a uma personagem que ela criou e que volta e meia aparece em suas criações, a artista junta movimentos opostos, como o retrô e o contemporâneo, ou elementos díspares, como a popular chita e a refinada renda francesa, para chegar a esse equilíbrio que tanto procura. O resultado são peças únicas, de apurada elaboração, praticamente uma alta costura artesanal.

Nas araras, os vestidos, corseletes, saias longas e curtas expõem seu processo criativo. Malha, renda, chita, seda, lona, tafetá, restos de camisetas, o crochê ou o bilro se misturam às vezes numa única peça, tingida de inúmeras formas, a frio, a quente ou usando chás e ervas do jardim. “A minha liberdade vem da ousadia dos materiais”, diz a artista.

Seu trabalho, explica Rosane, mescla a inspiração do período vitoriano com o rock alternativo, junção que ela chama hoje de hippie chic. “Naquela época, os homens proviam as mulheres e elas só respeitavam. Os hippies, ao contrário, eram só ousadia. Gosto desse passeio na dualidade”, compara. Na criação, a artista ainda traz elementos da Ilha, como a magia dos povos da região – entre as lendas do lugar e os povos mbya guarani, em que ela reproduz orações e cânticos nas peças, as malhas que lembram a pesca, o bilro das rendeiras. As palavras também são colocadas no trabalho, sejam suas ou por exemplo, lemas da revolução espanhola. Na verdade, tudo tem um simbolismo para ela e remete ao feminino.

Porém, seu trabalho sempre é calcado no conforto e no óbvio, com uma modelagem básica que só ganha adereços. “Só torno-o inusitado”, define. O cliente pode trabalhar com ela na criação, escolhendo elementos para finalizar a peça.

Na decoração ela atreve-se ir ainda mais longe na mistura de materiais. O lustre do ateliê, por exemplo, leva galhos secos e renda. Outra luminária é feita de barba de velho, renda, restos de lona e ferro de construção. Nem seus croquis são simples, realizados em papéis tingidos, meio envelhecido. “É tudo meio vintage. Lembro que quando fiz meu curso de moda (no Senac/Serviço Nacional do Comércio, de Brusque) eles queriam forçar um tipo de desenho. Eu aprendi e criei os meus”, fala.

Victor Carlson/ND
Chita, renda francesa, tafetá e algodão, misturas ousadas de Rosane Macário

Invasão artística

Rosane Macário é gaúcha, mas já está em Santa Catarina há muito tempo. Transgressora desde adolescente, lembra que um professor seu sugeriu que fizesse belas artes. “Acho que era para me acalmar, mas eu queria direito, que era mais independente”, lembra. A arte, no entanto, meio que invadiu sua vida em um dos períodos mais difíceis, quando precisava estar forte para cuidar do filho do meio, Lucas, diagnosticado autista.

“Comecei com a pintura acadêmica, fui para o impressionismo, para a decorativa e não parei”, conta. Rosane passeia por diferentes mundos, já trabalhou em uma grande empresa de tintas, onde criou texturas especiais para paredes e objetos, já exportou cerâmica decorativa, quando morou em Barcelona trabalhou com moda e decoração, já vendeu suas peças para butiques famosas. Hoje, além do ateliê, também expõe na feira da Lagoa da Conceição aos domingos, na crença de que arte e moda não podem ser elitizadas.

Nos finais de tarde, Rosane gosta de promover encontros artísticos. Nos fins de semana, sempre tem bolo para servir aos clientes. Tudo isso para alcançar, na arte e na vida, a tão valorizada harmonia.

Serviço:
Ateliê Eva Macário, rua Aurea Assunção, 107, casa 3, Rio Tavares, Florianópolis, tel. 9620-8963, rosanemacario@yahoo.com.br

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade