Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 17º C

Três dos maiores museus de Florianópolis não abrirão editais para exposições artísticas em 2015

Masc, MHSC e Museu Victor Meirelles não terão editais públicos neste ano

Marciano Diogo
Florianópolis

Com a abertura de três editais públicos para exposições artísticas na cidade, outubro parece ser um mês de boas oportunidades para os artistas da região. Porém ainda sim, as oportunidades serão menores que nos últimos anos. Isso porque três dos maiores museus de Florianópolis não abrirão editais neste ano para exposições de arte em 2015 – cada um deles por um motivo específico: o Masc (Museu de Arte de Santa Catarina) estará ocupado por um evento de porte nacional, e o Museu Histórico de Santa Catarina e o Museu Victor Meirelles passarão por reformas técnicas. E com a falta dos espaços não somente perdem os artistas, mas também o público catarinense, que deixará de poder apreciar novas exposições no próximo ano.

Rosane Lima / ND
Masc não terá edital para exposições em razão da Bienal de Design


Devido uma grande reforma estrutural, o Museu Victor Meirelles ficará sem exposições em 2015. Com 55 anos de existência, a entidade vinculada ao IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus) do Ministério da Cultura aguarda a chegada da verba do Governo Federal para iniciar as obras de reforma, que devem começar ainda este ano. Pelo grande porte das obras, o museu ficará de portas fechadas para mostras artísticas durante todo o próximo ano, e por isso não abrirá nenhum edital para exposições. “A execução do projeto de revitalização e ampliação do museu já foi aprovado com recurso do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] das cidades históricas e atualizamos o projeto para o lançamento edital de licitação para obra, que deve ser publicado ainda neste mês. As obras serão executadas através do Iphan [Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional] e iniciarão ainda neste ano. Ainda teremos atividades internas e educacionais, que serão executadas em um prédio que ocuparemos próximo ao museu”, explica a diretora do Museu Victor Meirelles, Lourdes Rossetto.

Ainda no Centro da Capital, o Museu Histórico de Santa Catarina, localizado no Palácio Cruz e Sousa, também não abrirá nenhum edital para exposições de arte no próximo ano. A entidade administrada pelo FCC (Fundação Catarinense de Cultura) conta com a sala Martinho de Haro, que recebe as mostras de arte. “Tivemos o edital de 2015 suspenso em razão de o museu se encontrar desenvolvendo o Plano Museológico, que é uma ferramenta essencial de gestão integrada. Ficaremos um ano sem o edital também para requalificação do espaço: vamos adquirir painéis, vitrines, portas banner e iluminação específica para melhorar a sala e no ano de 2016 receber as exposições”, conta o museólogo da instituição, Renilton Roberto Assis. Segundo Renilton, o museu já conta com exposições agendadas para o próximo ano, que não foram selecionadas via edital público, mas sim através de datas-convite.

Eduardo Valente / ND
Sala Martinho de Haro ficará desocupada durante o próximo ano para que melhorias sejam feitas no espaço


De acordo com a administradora do Masc, Lygia Helena Roussenq Neves, o museu, que também é vinculado a FCC, igualmente não abrirá edital público para que exposições ocorram em 2015. O motivo seria a 5ª Bienal Brasileira de Design, que ocorre de 12 de maio a 15 de junho de 2015 em Florianópolis. “Estamos com o 1º ciclo de exposições temporárias de 2014 e 2015, selecionadas via edital que lançamos em 2013. Tivemos que alterar as agendas por conta da Bienal, que ocupará alguns espaços do museu em tal período. Por isso o edital de 2013 ainda seguirá com exposições ao longo de 2015, e no segundo semestre do próximo ano é que iremos lançar o edital para exposições de 2016”, afirma Lygia.

Badesc e BRDE estão com editais abertos
Mesmo diante da perda de espaço para as exposições em museus da cidade no próximo ano, alguns centros culturais estão com editais abertos neste mês para seleção das mostras de arte. Artistas e curadores interessados em expor trabalhos no Espaço Fernando Beck e no Espaço 2 da Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis, têm até 1° de dezembro para inscrever seus projetos. A edição 2015 do edital de exposições da casa vai selecionar um total de dez projetos, quatro para o Espaço 2, que serão contemplados com R$800 cada, e seis para o Fernando Beck, que receberão a quantia de R$1.200. Nesta edição, com a inauguração do Espaço 2, em junho de 2014, o número de selecionados foi ampliado de sete para dez e todos deverão ser executados em conformidade com o edital. Os projetos poderão ser enviados por correio ou entregues diretamente na Fundação, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h. O folder impresso com o regulamento do concurso pode ser retirado na casa e a versão on-line está disponível no site da fundação (www.fundacaoculturalbadesc.com).

Além do edital do Badesc, o Espaço Cultural do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento Extremo Sul) na Capital também abriu inscrições para exposições de artes plásticas, e apresentações teatrais, musicais, literárias para o próximo ano. Artistas e produtores culturais da Capital e também de outras regiões do Estado podem encaminhar propostas para ocupar o Espaço Cultural que o BRDE mantém no térreo da agência de Florianópolis. O regulamento de inscrição pode ser encontrado no site da instituição (www.brde.com.br) e o prazo para entrega dos projetos vai até o dia 5 de dezembro. Os projetos devem ser entregues ou postados nos Correios para o seguinte endereço: Espaço Cultural BRDE Governador Celso Ramos, Avenida Hercílio Luz, 617, Florianópolis. Não serão aceitas inscrições por fax ou e-mail e não há subvenção financeira aos expositores.

Galeria Municipal de Arte Pedro Paulo Vechietti também abre edital em outubro
No próximo dia 28 de outubro a Fundação Franklin Cascaes lança o edital para exposições na Galeria Municipal de Arte Pedro Paulo Vechietti, localizada no Centro da Capital. De acordo com a diretora de artes da fundação, Marta Cesar, o edital ficará aberto por 60 dias. “Por problemas no início deste ano o edital foi suspenso, mas agora está normalizado. Serão selecionados oito diferentes artistas, e os proponentes poderão propor trabalhos como instalações, gravuras ou pinturas. Cada artista ocupará o espaço por 40 dias, e as exposições iniciam em março do próximo ano”, afirma a diretora Marta Cesar. O espaço conta com 686 m² e a ficha de inscrição e o regulamento poderão ser encontrados no site da fundação (http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/franklincascaes/), e as inscrições deverão ser entregues no endereço da galeria de arte: Praça 15 de novembro, n° 180, Centro, Florianópolis. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade