Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Segunda edição da Vindima celebra colheita de uvas da serra catarinense com circuito cultural

Eventos serão apresentados a partir desta quinta-feira em São Joaquim, Urubici, Lages, Videira, Campo Belo, Treze Tílias e Água Doce

Felipe Alves
Florianópolis
Divulgação/ND
A programação começa hoje no centro de São Joaquim e segue até domingo nas vinícolas da cidade e também em Urubici, Lages, Videira, Campo Belo do Sul, Treze Tílias e Água Doce

Degustação de vinhos finos, circuito cultural gratuito com mais de 20 apresentações e visitas às principais vinícolas da serra catarinense. A segunda edição do evento Vindima de Altitude celebra a colheita da nova safra de uva de altitude em Santa Catarina com o início do outono. A programação começa hoje no centro de São Joaquim e segue até domingo nas vinícolas da cidade e também em Urubici, Lages, Videira, Campo Belo, Treze Tílias e Água Doce. Entre as atrações, música instrumental e erudita, jazz, MPB e choro, apresentações de poesia e de dança com a Cia. Jovem Bolshoi Brasil. Cada vinícola também irá promover almoços e jantares harmonizados, happy hours, degustação de vinhos e visitação aos vinhedos.

O circuito propõe quatro dias de imersão na produção das vinícolas da serra catarinense, que atrai cada vez mais visitantes e adoradores de vinho apostando no enoturismo local. As atrações culturais do evento priorizam os artistas catarinenses, que se apresentarão nas belas paisagens da serra catarinense. “Com isso queremos valorizar a produção cultural do Estado, que é muito diversificada. Queremos mostrar que, além de bons vinhos, temos um panorama cultural muito forte”, comenta Acari Amorim, presidente da Acavitis (Associação Catarinense de Produtores de Vinhos Finos de Altitude), organizadora do evento.

Em meio aos vinhedos da Pericó Vinhos, a mais de 1,3 mil metros de altitude, os bailarinos da Cia. Jovem Bolshoi Brasil se apresentam nesta quinta, às 17h, abrindo a programação do Vindima com o espetáculo Gala Bolshoi, com dança contemporânea, folclórica e renomados balés. No domingo, a companhia volta a se apresentar na praça da igreja Matriz de São Joaquim, onde uma estrutura foi montada especialmente para as apresentações.

O ápice da programação é o Concerto da Vindima, com duas apresentações que reúnem nomes renomados da música erudita catarinense. Na sexta, o espetáculo é na vinícola Villagio Grando, em Água Doce. No domingo, quem recebe a apresentação é São Joaquim, com duas das melhores cantoras líricas de Santa Catarina, Glaci Refosco e Kalinda Damiani. Elas se unem aos tenores Ricardo Castro e Guilherme Botelho da Silveira, com direção musical do pianista Luiz Gustavo, que estará acompanhado de uma orquestra de cordas para encerrar a programação.

 

Sóstenes Lopes/Divulgação
Balé Bolshoi é uma das atrações

Produção de uvas em alta em 2015

As chamadas uvas de altitude, que são produzidas acima de 900 metros do nível do mar, começaram a ser produzidas em 1999 na serra catarinense e hoje são mais de 500 hectares plantados. Entre as principais uvas produzidas estão Cabertnet Sauvignon, Merlot, Chardonnay e Sauvignon Blanc. Neste ano, a safra nas 35 vinícolas deve ter um acréscimo de 25% em relação a 2014, quando foi colhida 1,5 milhão de tonelada.

Para celebras a colheita, a Acavitis começou no ano passado a realizar a Vindima com verba captada por meio da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura. Além das atrações culturais, neste ano o evento contará com seminário de gastronomia e enoturismo, exposição de trabalhos de alunos da rede pública e happy hours nas vinícolas. Todos os dias haverá degustação de vinhos finos na praça de São Joaquim com estandes de 13 vinícolas. Durante todos os dias do evento, as vinícolas Abreu Garcia, Villaggio Basseti, D’Alture, Kranz, Santo Emílio e Villa Francioni estarão abertas à visitação.

 

Divulgação/ND
O pianista Luiz Gustavo Zago está na programação cultural da segunda edição da Vindima

Detalhe

- A serra catarinense conta com 35 vinícolas

- Dezoito vinícolas comercializam cerca de 150 rótulos, sendo alguns premiados no Brasil e exterior

- As vinícolas produzem, juntas, 1 milhão de garrafas por ano e faturamento anual acima de R$ 100 milhões

 

Serviço

O quê: 2ª Vindima de Altitude de Santa Catarina

Quando: 26 a 29 de março

Onde: São Joaquim e vinícolas de altitude de Urubici, Lages, Videira, Campo Belo, Treze Tílias e Água Doce

Quanto: Gratuito. Os eventos nas vinícolas necessitam de reservas, que devem ser feitas na Agência Apino: (48) 3039-1404/ contato@apino.com.br

Informações: www.vindimadealtitude.com.br

Destaques da programação

Dia 26/03

15h – seminário de Gastronomia e Enoturismo do Sebrae/SC em São Joaquim

17h – abertura oficial com bênção dos vinhedos, apresentações culturais e degustação de vinhos em São Joaquim

20h – Jantar na vinícola Vinhedos do Monte Agudo (São Joaquim)

 

Dia 27/03

16h às 20h - Atividades culturais, como o quinteto instrumental Osla e Boleadeiras e Dançares Grupo Barbicacho, em São Joaquim

17h - Happy hour nas vinícolas Villaggio Grando (Água Doce), Tramonto na Villaggio Bassetti (São Joaquim), Leoni di Venezia (São Joaquim), Kranz (Treze Tílias) e

D’Alture (São Joaquim)

 

Dia 28/03

12h às 15h – Almoço nas vinícolas com apresneação de música nativista com Marlus Pereira e Gabriel Maculan em Campo Belo do Sul

13 às 20h – atividades culturais, como grupo de arte e cultura Alma da Serra, MPB para Todos e Batuca Jazz Trio

 

Dia 29/03

12h às 17h – atividades culturais com Orquestra Sinfônica e Coral de Lages, Concerto da Vindima e Cia. Jovem Bolshoi Brasil, em São Joaquim

A programação começa hoje no centro de São Joaquim e segue até domingo nas vinícolas da cidade e também em Urubici, Lages, Videira, Campo Belo do Sul, Treze Tílias e Água Doce

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade