Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Sandra Makowiecky e Rosângela Miranda Cherem lançam segundo volume de série sobre arte catarinense

O livro “Fragmentos-Construção II: Imagem-acontecimento" faz uma análise de artistas que fazem parte da transição entre modernismo e o contemporâneo

Juliete Lunkes
Florianópolis

Aos poucos uma profunda bibliografia sobre a cena artística de Santa Catarina começa a se formar pelas mãos das professoras e pesquisadoras Sandra Makowiecky e Rosângela Miranda Cherem. Após publicarem em 2010 o livro “Fragmentos – Construção I”, que tratava do academicismo e modernismo na cena catarinense, elas lançam hoje na Fundação Cultural Badesc, a partir das 19h, o segundo volume da série, “Fragmentos-Construção II: Imagem-acontecimento”. A publicação não se trata exatamente de uma continuação do que chegou ao público há quatro anos, já que agora os artigos que compõem o livro tratam da transição entre o modernismo e o contemporâneo. “Nossa intenção é deixar um registro da arte em Santa Catarina, tem muito pouco material escrito sobre a cena. Queremos também dar luz e visibilidade a esses artistas, além de estimular outras pessoas a também escreverem sobre o assunto. Nossa produção artística é muito rica”, afirma Sandra.

A obra reúne 13 textos, a maioria com a participação de uma das organizadoras mais um pesquisador convidado, com uma análise e um ponto de vista inédito da obra de artistas de diversas épocas, muitos deles com uma trajetória ainda pouco conhecida – de Jandira Lorenz e Elke Hering a Nara Milioli e Julia Amaral.

“Não utilizamos nenhum eixo cronológico. A escolha foi por artistas que neste momento achávamos que mereciam um estudo e um maior aprofundamento. Há artistas de diferentes gerações, mas não quer dizer que algum deles não faça parte da cena contemporânea. E é deve ficar claro também que não significa que elas sejam necessariamente os mais importantes”, observa Sandra.

Mesmo com a escolha subjetiva dos artistas abordados, a visão de cada autor a respeito da obra pesquisada foi agrupada em quatro diferentes blocos, de acordo com a aproximação de cada ponto de vista. Além da análise em cima da obra de 12 artistas, o livro traz também um minucioso exame sobre a participação de artistas catarinenses na Bienal Internacional de São Paulo desde sua primeira edição.

 

Trabalho em equipe

Os textos do livro são compartilhados por Rosângela e Sandra com os convidados Marli Henicka, Clara Silveira, Andreza Gomes, Vanessa Bortucan de Oliveira, Lúcia Bahia, Ana Carla Brito, Giorgio Vicenzo Filomeno, Letícia Cobra Lima e Sandra Regina Ramalho e Oliveira, pesquisadores que atuam com elas na Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina). A edição da obra é assinada por Néri Pedroso, com design de Chris Dalla Costa.

“Só temos a agradecer aos colaboradores que acreditaram no trabalho, organizar um livro como esse é um desgaste enorme. As universidades, aliás, deveriam se dedicar mais ao que é produzido em Santa Catarina”, ressalta Sandra.

De acordo com ela, apesar das dificuldades e do pouco auxílio recebido, o terceiro volume da série já está encaminhado e deverá tratar novamente dessa transição entre modernismo e contemporâneo, com uma nova leva de artistas que já haviam sido mapeados e não entraram no segundo volume.

 

Serviço: 

O quê: Lançamento do livro “Fragmentos – Construção 2: Imagem – acontecimento” organizado por Rosângela Miranda Cherem e Sandra Makowiecky

Quando: 20/3, 19h  

Onde: Fundação Cultural Badesc, rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis. 

Quanto: Gratuito

“Fragmentos – Construção 2: Imagem – acontecimento”. Org.: Rosângela Miranda Cherem e Sandra Makowiecky. Editora: Coan. 226 págs. R$ 50.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade