Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Projeto Discotecando no MIS/SC redescobre acervo fonográfico do museu catarinense

DJ e produtor Allen Rosa, reconhecido pelos eventos Sounds in da City, é o primeiro convidado para tocar no lançamento do projeto que ocorre nesta quinta-feira (30) no Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina

Marciano Diogo
Florianópolis
Flávio Tin/ND
Allen Rosa prepara um set com brasilidades para o lançamento do projeto Discotecando no MIS/SC


Durante o último mês as idas do DJ Allen Rosa, 30, ao MIS/SC (Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina) tornaram-se mais frequentes. Isso porque o produtor vem planejando sua participação no projeto Discotecando no MIS/SC, que será lançado amanhã à noite no CIC (Centro Integrado de Cultura), em Florianópolis. Allen Rosa, já reconhecido por produzir na Capital as festas Sounds in da City nos últimos cinco anos, selecionou alguns vinis entre os mais de 4.000 disponíveis no acervo do museu que fica integrado ao CIC para tocar no evento gratuito e aberto ao público que acontece nesta semana. “O projeto é interessante porque busca ocupar e movimentar um espaço que tem sido pouco utilizado”, afirma Rosa.

De acordo com a FCC (Fundação Catarinense de Cultura), idealizadora do Discotecando no MIS/SC, o projeto tem o objetivo de disponibilizar ao público o rico acervo sonoro em eventos que unem boa música e descontração. As edições devem ser periódicas e a proposta é convidar vários DJs, um a cada encontro, para que o produtor musical faça então uma pesquisa temática no acervo do museu e uma seleção dos vinis que estejam alinhados à sua identidade artística, ou seja, o DJ irá montar o seu set de acordo com o que há disponível no acervo do MIS/SC. “De todo o material que há no acervo do museu, a parte musical é a mais difícil de expor ao público, e essa é a maneira mais criativa de proporcionar a acessibilidade a este conteúdo”, opina Allen Rosa.

O setlist que o DJ prepara para a noite de quinta-feira (30) trará brasilidades como Jorge Ben, Hermeto Pascoal, Milton Banana Trio e Os Originais do Samba. “Fui buscar músicas originais que uso nas mixagens. Fiz uma seleção de discos que trazem canções do folclore brasileiro, bossa nova, MPB, grandes sucessos que marcaram a história da música brasileira, alguma coisa do funk, soul e experimentalismo eletrônico. Também trago discos de artistas como Baden Powell, James Brown, Parliament Funkadelic, Jean Michel Jarre, entre outros”, conta o produtor. Allen Rosa terá a companhia de Bruno Bez, precursor do VJing na Ilha,  que fará uma performance visual em tempo real com seu glitch set, manipulando como conteúdo as capas dos vinis da coleção do MIS.

Acesso ao acervo
O MIS/SC foi criado em 1998 com a finalidade de preservar e documentar acervos audiovisuais com relevância nacional e, preferencialmente, de Santa Catarina. O acervo do museu é dividido em cinco categorias: filme, som, imagem, equipamentos e registros textuais. Na coleção de som estão incluídos mais de 4.000 títulos que refletem a produção internacional, nacional e catarinense, compreendendo discos de vinil e cera, CDs, fitas magnéticas de rolo, fitas cassetes e cartuchos de áudio, além de suas capas, encartes e estojos. Destes 4.000 títulos, 1.600 são álbuns brasileiros e catarinenses, e o restante é uma coleção com títulos internacionais.

Os DJs convidados participantes do projeto Discotecando no MIS/SC serão como curadores do acervo e terão acesso integral às coleções musicais do museu. De acordo com a administradora do MIS/SC, Ana Lígia Becker, a intenção é tornar o projeto um evento fixo no calendário do museu. “Como nossa política de exposições fica muito restrita quando se trata do acervo musical, esta é uma forma de dinamizar o museu e torná-lo um ambiente mais descontraído, e também chamar um público mais jovem, mais ligado em música, para ocupá-lo”, afirma Ana, que está a frente do museu desde abril. A próxima edição do Discotecando no MIS/SC deve acontecer em novembro, com a participação de Alfredo Bello, o DJ Tudo, que também é pesquisador de música brasileira e um dos maiores colecionadores de discos do país.

O quê: Discotecando no MIS/SC – com DJ Allen Rosa
Quando: 30/7, 19h
Onde: Espaço expositivo do MIS/SC , Centro Integrado de Cultura (CIC), av. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis, tel. (48) 36642571
Quanto: Gratuito

#Ocupe o MIS/SC – confira a programação do museu para os próximos meses:

• Dia 7/8 – Performance de CineLive, grupo irá era editar ao vivo filme já gravado para o público acompanhar o processo de pós-produção

• Dia 13/8 – Exposição “Câmeras: Entre o Clique e a Foto” irá expor acervo fotográfico do museu e promoverá oficina de fotografia analógica

• Outubro de 2015 – Sessões Trilha de Cinema convidará músicos catarinenses para fazerem leituras ao vivo de trilhas sonoras de filmes clássicos do cinema mundial

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade