Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Primeiro Festival Literário Internacional Catarinense será em Palhoça

Evento será realizado em outubro e terá a participação de oito escritores internacionais e mais de 50 nacionais

Karin Barros
Florianópolis
21/09/2016 às 10H48
Programação do Flic foi lançada nesta terça-feira (20) em, Florianópolis  - Flávio Tin/ND
Programação do Flic foi lançada nesta terça-feira (20) em Florianópolis - Flávio Tin/ND



O  primeiro Flic (Festival Literário Internacional Catarinense) terá a participação de oito escritores estrangeiros e mais de 50 nacionais, entre os dias 12 e 16 de outubro, na Cidade Criativa Pedra Branca, em Palhoça. A programação foi apresentada ontem, na Academia Catarinense de Letras. A princípio, o evento será bianual. “Nosso desejo é ser anual, mas a construção da programação é complicada, precisamos da aprovação da Lei Rouanet e da captação de recursos”, afirmou Roberto Costa, diretor geral do Flic.

Estavam presentes ainda Rodrigo de Haro, poeta, pintor e mosaicista, que será a personalidade homenageada no evento no mês de outubro. “É inexprimível a minha alegria, e darei o melhor de mim. Isso repercutirá na psique brasileira e será um marco perene na cultura do Estado”, afirmou o artista. Marcelo Gomes, à frente do Passeio Pedra Branca, também falou sobre poder abraçar o projeto. “Esta é uma grande oportunidade de difundir a cultura, pois sempre tentamos inserir coisas locais para o entorno do Passeio, como o caso da comunidade Frei Damião”, pontua. 

O escritor e professor universitário Celestino Sachet foi anunciado como patrono do Flic, Salim Miguel e Júlio Queiroz serão homenageados in memorian, o IHGSC (Instituto Histórico Geográfico de Santa Catarina) é a instituiçãohomenageada, e a Barca dos Livros será o projeto. 

 O festival reunirá Fabián Severo, do Uruguai; Carlos Ríos, da Argetina; Harrie Lemmens, da Holanda; e a portuguesa Ana Carvalho.  A proposta é promover o desenvolvimento local sustentável e com o propósito de democratizar o conhecimento envolvendo literatura, música, gastronomia, arquitetura, urbanismo, empreendedorismo, inovação e tecnologia. O Flic terá sessões de autógrafos, palestras, mesas de bate-papo com escritores, oficinas, exposição e venda de livros, narrações de histórias, brincadeiras, performances, teatro e muitos encontros, entre a tarde e noite. 

Como o festival tem início no Dia das Crianças, a programação do dia começa às 11h, com o espetáculo “Super Banda”, da Atrapatrupe de Teatro. A tarde terá uma palestra sobre como escolher livros infantis, entre outros. A abertura ainda conta com show de Arnaldo Antunes, que também lançará um livro, e com um recital de poesias do artista Rodrigo de Haro. Ao longo da semana shows, como do pianista Pablo Rossi, Camerata, coral da Unisul e Luiz Meira também encerrarão as noites. A Pedra Branca também organiza o Festival das Artes, que será de 1 de outubro a 15 de outubro, e abrangerá a data do festival de literatura. 

Com incentivo do Ministério da Cultura e Governo Federal, através da Lei Rouanet, o Flic tem patrocínio das empresas Engie, WEG, Multilog e Intelbrás. A promoção é da Unisul, ACL - Academia Catarinense de Letras e Propague Comunicação, com apoio da Cidade Criativa Pedra Branca. 

Projeto antigo 

A ideia de Santa Catarina sediar um evento do porte da Flip (Festival Literário Internacional de Paraty), que acontece há 14 anos, no Rio de Janeiro, é levantada há pelo menos três anos. Em 2013, a empresa baiana Mirdad Gestão em Cultura, realizaria uma feira no Norte da Ilha, sob curadora de Carlos Henrique Schroeder. O evento não aconteceu. 

No ano passado, o Passeio Pedra Branca também estava envolvido no apoio do Festival Literário Catarinense, que tinha data marcada para novembro e verba da Lei Rouanet, porém o festival também não foi efetivado e verba perdida. Segundo Roberto Costa, diretor da Flic, os dois eventos não tem relação com o festival que foi lançado nesta terça-feira.

Serviço

O quê: Flic (Festival Literário Internacional Catarinense)
Quando: de 12 a 16/10
Onde: Passeio Pedra Branca, Palhoça
Quanto: entrada gratuita
Saiba mais:

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade