Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Oito grandes eventos culturais movimentam Santa Catarina neste primeiro semestre

Até o dia 1º de agosto o Estado atrairá olhares do Brasil e exterior

Karin Barros
Florianópolis
Larissa Nowak/Divulgação/ND

Festivais como o Fita (Festival de Teatro de Animação), que começa esta semana, entram no calendário de eventos do país


A partir deste mês, Santa Catarina vira rota obrigatória para quem respira movimentos culturais. Florianópolis, Joinville, Balneário Camboriú e Blumenau são algumas das cidades que recebem festivais que estão no calendário cultural do país. Pelo menos até o dia 1º de agosto o Estado terá programações que atrairão olhares do Brasil afora.

A movimentação começou com o Jurerê Jazz e com a Bienal Brasileira do Design, que teve sua abertura oficial no dia 15 de maio e segue até 12 de julho com exposições e eventos na Capital. Na última terça-feira iniciou o Festival Nacional do Conto, onde contistas de todo o país participarão de bate-papos com o público até o próximo domingo (24), no Teatro Sesc da Prainha, em Florianópolis.

A próxima abertura de festival acontece neste sábado (23), com o 9º Fita (Festival Internacional de Teatro de Animação). O evento ocorre até o dia 30 de maio com atividades artísticas em Florianópolis, Araranguá, Balneário Camboriú, Biguaçu, Criciúma, Joinville, São José e Tijucas. Na programação, nove grupos nacionais, entre eles o Giramundo Teatro de Bonecos, e quatro grupos internacionais.

Em Balneário Camboriú acontece o Festival Internacional de Cinema - CineramaBC, de 29 de maio a 4 de junho, com sessões de cinema, live cinema e outras formas da arte audiovisual. Cada ano é escolhido um país para homenagear, e em 2015 é a vez da Argentina, e 15 produtores do país vizinho virão ao Estado. Na edição de 2014, o evento teve quase mil exibições e cem convidados internacionais e nacionais. “Nosso público é 40% da cidade, e o restante da região e até do exterior. A intenção mesmo é fazer um trabalho de âmbito internacional, levando o nome do Estado para outros festivais”, explica André Gevaerd, diretor do CineramaBC.

Em seguida vem a 14ª Mostra de Cinema Infantil, que ocorre de 5 a 14 de junho, no Teatro Pedro Ivo. Com documentários, curtas e longas-metragens o recorde do festival foi de 30 mil pessoas em uma edição. Na mostra itinerante do projeto, 100 mil pessoas participaram. Para Luiza Lins, diretora da mostra nas 14 edições, a cidade recebe bem o evento, pois sente que há uma carência muito grande na programação infantil. “As pessoas precisam conhecer o que acontece além dos shoppings e da televisão, e por meio da mostra elas vivenciam a diversidade das culturas e dos trabalhos de todo o país e até do mundo”, contou Luiza.

Na última terça-feira começou a mostra itinerante do Festival Florianópolis Audiovisual Mercosul. O Pré-FAM leva os filmes vencedores da mostra do ano anterior para o conhecimento dos catarinenses. O FAM, mesmo, acontece de 19 a 26 de junho na UFSC, em Florianópolis. No total, de acordo com a coordenadora de programação Marilha Naccari, o evento já exibiu quase 1.700 filmes. “O trabalho é árduo, mas já conquistamos um público regular, que espera pela próxima edição do festival”, afirma. Outra peculiaridade é a vinda de comitivas dos países que terão seus filmes em exibição. Na última edição do FAM, uma comitiva turca esteve na Capital. Nos quatro anos últimos anos, a média de público do FAM foi de 20 mil pessoas.

O mês de julho inicia com o Fitub (Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau), que ocorre de 9 a 16 de julho. Para finalizar o calendário agitado do semestre, vem o 33º Festival de Dança de Joinville, um dos palcos mais celebrados do país, de 22 de julho a 1o de agosto.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade