Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Musical "Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz" estreia em Florianópolis

Espetáculo de Aloísio de Abreu, com direção de João Fonseca, acontece dias 27,28 e 29 de junho no Teatro Ademir Rosa, no CIC

Edinara Kley
Florianópolis

A louca e breve vida de um dos maiores compositores da música brasileira será, pela primeira vez, contada nos palcos. Depois do cinema e da literatura, é a vez do teatro receber “Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz, o Musical”, que estreia nesta sexta-feira em Florianópolis. Os maiores clássicos de Cazuza, e algumas canções não gravadas, mas que se popularizaram na voz de outros cantores, são os elementos que conduzem o espetáculo que mostra a vida do artista desde antes da entrada no Barão Vermelho até a carreira solo.

 

Divulgação/ND
Emílio Dantas interpreta Cazuza

Embasado no livro “Só as mães são felizes” e nos depoimentos de Lucinha Araujo, mãe do cantor, que também é um dos personagens principais, o musical aborda a vida de Cazuza por uma nova ótica, escrita por Aloísio de Abreu e dirigida por João Fonseca, consagrado no gênero com “Tim Maia – Vale Tudo”. A interpretação do ídolo pop da década de 1980 é do ator e cantor Emílio Dantas, que apesar de não parecer fisicamente com o músico impressiona pela voz e trejeitos idênticos. “Ele tinha tudo pra fazer bem feito. A Lucinha e o João Araújo [morto em novembro de 2013], que estavam na audição, adoraram”, comenta o diretor sobre a escolha. Além de contar detalhes da vida do filho, Lucinha pode fazer observações no texto. “Diferente do filme, demos um tratamento mais familiar à vida de Cazuza, onde a mãe é a narradora da história. O que ela faz é levar a poesia dele por onde passa. Sempre foi generosa, aberta e demonstra com isso muita dignidade e paixão por esse filho”, observa João Fonseca.

Escrito em 2012, o texto, segundo o autor, foi baseado em relatos, no livro de Lucinha e em “Por que a gente é assim?”, do Barão Vermelho. “Fui extraindo as partes principais, a música ajuda a contar a história. Eu sou um contemporâneo dele, frequentamos os mesmo lugares. Mesmo não o conhecendo, sempre tive profunda identificação com a sua obra, com a sua poesia. É a história desse jovem poeta que eu quis contar”, comenta Aloísio de Abreu.

O autor procurou narrar a história de forma ágil, avançando sempre a partir dos momentos de virada na carreira e na vida pessoal: a descoberta do teatro, o gosto pelo rock, os momentos em que resolve cantar, montar uma banda, se profissionalizar, o estouro, as brigas, a mudança no estilo de sua obra, o estrelato solo, a descoberta da doença, a urgência poética no fim das forças. “Como Lucinha fez no livro, procuramos dar a abordagem mais honesta e natural possível ao musical. Para nós, o que importa é fazer uma grande homenagem ao artista, que foi um gênio da música brasileira”, pontua João Fonseca.

 

Serviço
O quê: espetáculo “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical”
Quando: 27, 28 e 29/6, 19h
Onde: Teatro Ademir Rosa, av. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis
Quanto: de R$ 101 a R$ 160

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade