Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Mostra de Cinema Infantil promove sessões de filmes e debates até o dia 14/7

Evento abre nesta sexta-feira (28) com uma sessão de curtas-metragens

Carolina Moura
Florianópolis

Divulgação
Curta "As árvores de Manoel", inspirado na obra do homenageado da mostra, o poeta Manoel de Barros, abre a programação

Abre nesta sexta (28) a 12ª edição da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, que traz programação para crianças e adultos no Teatro Pedro Ivo até o dia 14 de julho. O homenageado da mostra neste ano é o poeta Manoel de Barros, que retrata a infância e dialoga com ela em seu trabalho. Hoje, às 19h, o evento começa com a exibição do curta-metragem “As árvores de Manoel”, uma vídeo-poesia sobre a relação das crianças com as árvores, inspirada no livro “O menino do Mato”, do poeta cuiabano. Em seguida, estreia o curta “Sumiço da Coroa”, dos catarinenses Chico Faganello e Marco Martins.

Entre longas e curtas, serão mais de cem filmes exibidos este ano, divididas em diferentes sessões nacionais e internacionais. A mostra competitiva, na qual as crianças podem votar em seu filme favorito, 72 curtas-metragens brasileiros competem pelo prêmio do júri infantil e de melhor curta pelo júri oficial, formado por especialistas em temas infantis. Entre os filmes estão seis catarinenses: “Cada Dia (com Doce Turminha), de Eduardo Drachinski, “Energia  Elétrica” e “Reciclagem”, de Chicolam, “Mentira tem perna curta – o Boi de Mamão”, de Rodrigo Eller, “Promessa em Azul e Branco”, de Zienhe Castro e “Quiriri”, de Felipe Cargnin.

Um dos destaques deste ano é a exibição do longa de animação “História antes de uma história”, de Wilson Lazaretti, que ano passado teve uma sessão-teste na mostra. O diretor estará presente para conversar com a plateia. Os diretores de “Lotte e o Segredo da Pedra da Lua” (Estônia e Letônia), Heiki Ernits e Janno Põldma, também vão falar com as crianças.

Além dos filmes, a mostra tem sala de leitura, videoteca e brinquedoteca, oficinas gratuitas de interpretação e confecção de bonecos e apresentação de artistas catarinenses. Segundo a coordenadora da mostra, Luiza Lins, a reação mais comum entre as crianças quando chegam à mostra é perguntar: “tudo isso é para mim?”.

Debates para todas as idades

O filme “O Fim do Recreio”,  vencedor da mostra passada tanto pelo júri oficial quanto pelo voto das crianças, retorna à mostra este ano para uma atividade diferenciada. No curta-metragem, de Vinícius Mazzon e Nélio Spréa, um grupo de crianças de uma escola de Curitiba se mobiliza para protestar contra um projeto de lei que pretende acabar com o recreio escolar. Em meio às manifestações que tomaram o país nas últimas semanas, o tema não poderia ser mais atual. Para ampliar o debate, a mostra convidou a estudante Isadora Faber, criadora do Diário de Classe, para falar com as crianças sobre protagonismo infantil após a exibição do filme, na quarta-feira, às 15h. “A ideia é ensinar para as crianças que elas têm uma ferramenta grande para defender os seus direitos, não só para postar fotos”, diz Luiza Lins.

Para os adultos, o tema da discussão deste ano é cultura e infância, no 9º Encontro Nacional do Cinema Infantil. Convidados de diferentes esferas da arte e cultura vão debater o tema amanhã, das 9h às 12h30, no Cinema do CIC. Na segunda-feira, acontece o Seminário Educação e Audiovisual, no mesmo local, com exibição do filme argentino “A educação proibida”, seguida de um bate-papo com o diretor German Doin. Depois disso, convidados formam uma mesa de debate sobre escola e audiovisual.

Serviço

O quê: 12ª Mostra de Cinema Infantil

Quando: Abertura 28/6, 19h. Programação até 14/7.

Onde: Teatro Pedro Ivo, rod. SC - 401, Km 5, 4.600, Saco Grande, Florianópolis, tel. 3665-1630

Quanto: sessões gratuitas durante a semana e a R$ 2 no fim de semana (com pipoca inclusa)

Programação completa no site: www.mostradecinemainfantil.com.br

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade