Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Mostra de Cinema Brasileiro BRDE exibe gratuitamente sete filmes nacionais em Florianópolis

Filmes produzidos no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul são exibidos no Cinema do CIC (Centro Integrado de Cultura) de quinta-feira (16) a sábado (18)

Redação ND
Florianópolis
Divulgação/ND
Filme "Oração do Amor Selvagem", de Chico Faganello, é exibido na mostra


De quinta-feira (16) até sábado (18) filmes produzidos no Sul do Brasil são exibidos gratuitamente no Cinema do CIC (Centro Integrado de Cultura) em Florianópolis. A Mostra de Cinema Brasileiro BRDE, que celebra 55 anos de fundação do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, promove sessões de sete produções cinematográficas rodadas em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, entre elas ficções, documentários e animações. Na programação, o longa catarinense de ficção “Oração do Amor Selvagem”, do diretor Chico Faganello, filme baseado em fatos reais que exploram temas como ciúme, religião, fanatismo e violência. 

Integra também a programação da Mostra de Cinema Brasileiro BRDE na Capital as animações gaúchas “Até Que a Sbornia nos Separe”, de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr, e “Bruxarias”, de Virginia Curia Martinez, além do documentário paranaense “Iván”, de Guto Pasko, filme que narra o retorno do refugiado ucraniano no Brasil Iván Bojko à sua terra natal, 68 anos depois, já aos 91 anos de idade.

Outros três longas-metragens de ficção, “Beira-Mar”, “Para Minha Amada Morta” e “Real Beleza” também são exibidos na mostra. O último, filme dirigido por Jorge Furtado, trata de temas como afastamento e estética e traz no elenco atores como Francisco Cuoco e Vladimir Brichta. Nesta quarta-feira (15) acontece sessão fechada para convidados de “Xucro – Oração do Amor Selvagem”. 

O quê: Mostra de Cinema Brasileiro BRDE
Quando:
De 16 a 18/6, diferentes horários
Onde:
Cinema do CIC, av. Irineu Bornhausen, Agronômica, Florianópolis, tel. 48 36642642
Quanto:
Gratuito

16/6 (quinta-feira):

14h30:Iván (de Guto Pasko / Documentário / PR / Classificação etária: 10 anos)

Sinopse: O filme narra o emocionante retorno do refugiado ucraniano no Brasil Iván Bojko à sua terra natal, 68 anos depois, já aos 91 anos de idade.

20h:Para minha amada morta (De Aly Muritiba / Ficção / PR / Classificação etária: 14 anos)

Sinopse: Fernando é um bom homem que cuida do seu filho único, Daniel, um menino tímido e sensível. Depois da morte de Ana, sua esposa, todas as noites Fernando recorda o seu amor, arrumando as coisas de sua amada morta. Um dia ele encontra uma fita VHS, que mudará tudo.

17/6 (sexta-feira):

14h30:Até que a sbórnia nos separe (De Otto Guerra e Ennio Torresan Jr / Animação / RS / Classificação etária: 10 anos)

Sinopse: O que acontece quando o muro que separa um pequeno país do resto do mundo cai acidentalmente? Tranquilo e parado no tempo, o povo da Sbórnia é agora atingido pelos ventos da modernidade vindos da cidade grande.

20h:Real beleza (De Jorge Furtado / Ficção / RS / Classificação etária: 14 anos)

Sinopse: Filme conta a história de João, um fotógrafo que procura candidatas a modelo em cidades do interior gaúcho. João conhece uma jovem de rara beleza, Maria, e acaba se envolvendo com a mãe dela, Anita. O pai da menina, Pedro, não quer deixar que ela seja modelo. João se apaixona por Anita e agora quer levar embora mãe e filha.

18/6 (sábado):

14h30: Bruxarias (De Virginia Curia Martinez / Animação / RS / Classificação etária: livre)

Sinopse: História voltada para o público infantil, sobre uma menina de dez anos que vive uma aventura para salvar a avó e os segredos de sua família. Trabalhando com a mística das bruxas e a preparação de poções mágicas, o filme estimula a discussão sobre temas como natureza, folclore, imaginário popular, relações familiares/geracionais e tecnologia. Com pitadas de bom humor, a jornada desta heroína, que descobre ser de uma linhagem de feiticeiras e que tem nas receitas da avó um valioso tesouro, será contada através da linguagem fantástica da animação.

17h:Beira-Mar (De Filipe Matzembacher e Marcio Reolon / Ficção / RS / Classificação etária: 14 anos)

Sinopse: Durante o inverno, dois jovens viajam ao litoral gaúcho. Martin precisa visitar parentes distantes, em busca de um documento para seu pai. Tomaz aceita acompanhá-lo nessa jornada, aproveitando a oportunidade para se reaproximar do amigo. Os dois passam os dias imersos em um universo próprio, expostos à família que rejeita Martin e à estranha distância que surgiu entre ele e Tomaz. Alternando entre distrações corriqueiras, reflexões sobre suas vidas e sua amizade, os garotos se abrigam em uma casa de vidro, à beira de um mar frio e revolto.

20h:Oração do Amor Selvagem (De Chico Faganello / Drama / SC /  Classificação etária: 14 anos)

Sinopse: No fim dos anos 1970, em uma sociedade isolada no interior que vive a ascensão de novas religiões e seitas, um homem desafia as leis divinas e viaja para defender os seus princípios e a sua liberdade. Mas o que parecia ser a felicidade em um vilarejo de crentes, torna-se um labirinto de ciúme, fanatismo e violência.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade