Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Maratona Cultural movimenta fim de semana em Florianópolis

Sábado foi animado, entre outras atrações, por Tulipa Ruiz e Skrotes. Domingo tem Tom Zé, no Parque de Coqueiros

Edinara Kley
Florianópolis

A Maratona Cultural movimenta o fim de semana cultural de Florianópolis. Neste sábado, dia 22, shows, espetáculos e exposições aconteceram simultaneamente em vários pontos da cidade. Apesar das mudanças na programação anunciadas na quinta-feira não afetarem a maior parte dos espetáculos, a presença do público, em alguns locais foi menor em relação às edições anteriores.

 

Rosane Lima/ND
Tulipa Ruiz, foi a atração do sábado, na Lagoa da Conceição

 

 

No Centro, com algumas atrações acontecendo ao mesmo tempo, alguns espaços ficaram desprestigiados. Com cinco shows, o Palco Victor Meirelles não lotou, mas conseguiu a maior platéia da tarde. Apesar da adesão pouco expressiva, quem compareceu, gostou do que viu. A mistura de samba e jazz, do Rivo Trio, de Florianópolis, agradou os estudantes, César Cota Ledra e Lohanny Rezende. “É o primeiro evento da Maratona que vamos, e os show estão irados”, comentou ele.

A algumas quadras dali, na rua Padre Miguelinho, o espetáculo “Ronin Luz e Sombra”, de Itajaí,  era apresentado para não mais que dez pessoas. Mais tarde, a abertura dos shows na Escadaria do Rosário, com bandas locais e de fora, conseguiu encher parte da rua Marechal Guilherme. Entre os artistas visitantes (Aldo The Band, de São Paulo, e Felipe Cordeiro, do Pará) os manezinhos dos Skrotes, com suas mistura bem-sucedida de rock e jazz e outros gêneros, puxaram os aplausos do público roqueiro.  

A maior movimentação da noite foi na Praça Bento Silvério, na Lagoa da Conceição, onde Tulipa Ruiz esquentou uma platéia de cabelos desgrenhados por conta da ventania. A singularidade da paulista, cuja voz passeia entre a suavidade e a potência, animou especialmente as mulheres. “Até que em fim estamos aqui. A gente queria muito tocar em Florianópolis e está muito bom”, anunciou a cantora, que depois do show deu uma palinha na apresentação de Felipe Cordeiro, no Centro. 

Neste domingo, a programação continua. A atração mais esperada é Tom Zé, cantor e compositor baiano, que traz a Florianópolis um pouco da produção de 50 anos de carreira, distribuída em 20 discos. O show acontece no Parque de Coqueiros, às 19 horas. Antes dele, François Muleka, de Florianópolis, e Giana Cervi, de Itajaí, apresentam-se no mesmo palco. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade