Publicidade
Segunda-Feira, 22 de Outubro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 17º C

Jovem de Florianópolis é selecionado para reality por título de melhor cabeleireiro

Thon Coelho participa da segunda temporada do "Duelo de salões", que estreia em agosto na Record News

Karin Barros
FLORIANOPOLIS
20/07/2018 às 17H21

Thon Coelho tem apenas 26 anos, mas já conta com uma trajetória de sucesso na profissão que escolheu aos 14 anos de idade. Thon é cabeleireiro e colorista em Florianópolis, tem passagem por três salões de beleza, é artista da marca alemã de cosméticos Wella, e no mês que vem será um dos representantes de Santa Catarina em um game show na Record News.

Thon é cabeleireiro e colorista, mas diz que prefere mesmo o mundo das cores - Daniel Queiroz/ND
Thon é cabeleireiro e colorista, mas diz que prefere mesmo o mundo das cores - Daniel Queiroz/ND


O cabeleireiro, que hoje é destaque quando o assunto é colorir cabelos – principalmente os loiros -, foi o único selecionado na categoria nacional por fotos para disputar o prêmio de Melhor Cabeleireiro do Brasil na segunda temporada do “Duelo de Salões”, que estreia dia 5 de agosto. A seleção começou em fevereiro e em meados de junho Thon recebeu o aviso que estava entre os participantes e em seguida já viajou para São Paulo para as gravações. De Santa Catarina também foi uma representante do Norte do Estado, Sandra Maria Adriano, de Joinville.

Thon explica - sem entregar o que aconteceu durante as provas, claro - que foram dez dias de gravações, com três episódios por dia. As provas acontecem no mesmo molde dos games shows que se vê na TV. Acontece uma prova, duas pessoas são escolhidas como vencedoras da batalha e ganham benefícios, e dois que foram pior na prova duelam novamente para ver quem sai. O programa será exibido aos domingos, às 15h, e tem Karina Bacchi na apresentação, Paulo Persil como mediador, e Nandho Brandão e Fabiana Ferrer no júri fixo.

Para o cabeleireiro catarinense, participar do reality lhe trouxe um crescimento pessoal interessante. “Foi muito incrível. Trabalhar sob pressão, porque tem o tempo rolando, ver pessoas que você gosta serem eliminadas. O duelo mexe muito com a realidade mesmo, é como a vida real, que te abre e fecha portas o tempo todo, e lá a gente vê isso claramente. Não podemos desistir nunca do que sonhamos”, reflete ele.

Paixão por ensinar 

Nas redes sociais Thon acumula 86 mil seguidores e dezenas de fotos super bem-produzidas dos muitos cabelos que faz, tanto no salão em que trabalha
na Capital, quanto nos cursos que ministra pela Wella no país inteiro.

Quando pequeno, Thon queria ser arquiteto, mas quando viu, já estava tomado pelo universo dos cabelos. Aos 16 anos ganhou medalha de Melhor Corte da América Latina em um concurso em Buenos Aires (ARG), depois viajou para fora e fez cursos internacionais. No Brasil, passou por praticamente todas as academias brasileiras do assunto, reunindo mais de 30 cursos.

Ainda criança, aquela velha brincadeira de escolinha já instigava nele o ato de ensinar e o contrato com a empresa de cosméticos alemã conciliou exatamente o que sempre quis: repassar conhecimento. “Sempre tive essa questão da educação dentro de mim. Sempre achei que a educação seria a chave do meu sucesso, a busca pelo novo, pelo conhecimento, achava que isso seria o que me levaria até onde eu queria chegar”, diz Thon.

Durante os cursos que ministra, Thon afirma que pode ver o quanto consegue contribuir com a carreira das pessoas. “Eu amo ensinar. É muito interessante ver como tem pessoas que te admiram, se inspiram no teu trabalho. É gostoso se inspirar e ser inspirado. Era um objetivo pessoal isso, e por isso uma realização pessoal muito grande”, fala.

Qualificação na área 

O profissional destaca a importância da formação qualificada na área para se destacar no mercado. “Isso é muito importante nesse meio. Há três anos recebi a proposta da Wella. Fui um dos cinco primeiros cabeleireiros representantes da marca no país. Hoje participo de um grupo de 30 artistas”, pontua.

Thon Coelho reforça para quem quer começar que acreditem no seu talento. “Se você tem uma metodologia de educação diferenciada, associe-se a uma marca, porque o mercado abre muitas portas, muitos contatos no Brasil e no mundo”, acredita. Outro ponto importante para o cabeleireiro catarinense na hora de se aprimorar é sempre se atualizado, pois o “mundo do cabelo é como se fosse moda, muda com as estações”.

Serviço
O quê: "Duelo de salões"
Quando: 5/8, 15h
Onde: Record News

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade