Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Ilustradoras Waleska Ruschel e Rebeca Acco lançam HQs neste sábado em Florianópolis

As revistas “Nível Zero” e “Muiraquitã” chegam ao público em mais uma edição do evento Desenhe Aqui

Juliete Lunkes
Florianópolis
Marco Santiago/ND
Rebeca e Waleska lançam suas HQs pela editora Estronho 

 

Se durante muito tempo pouco se ouvia falar a respeito de lançamentos de HQs (histórias em quadrinhos) autenticamente catarinenses, no último ano um novo movimento começou a mostrar que não apenas há gente com vontade e capacidade de produzir, como também um público ávido disposto a consumir. Graças ao Desenhe Aqui, evento que desde 2011 reúne uma vez por mês um grupo de ilustradores e interessados em desenho, novas parcerias para criações foram surgindo e colocando Florianópolis no mapa das HQs. Neste sábado, em mais um edição do encontro na Capital, outras duas revistas com produção local chegarão ao público: “Nível Zero”, com texto e ilustrações de Waleska Ruschel, e “Muiraquitã”, com ilustrações de Rebeca Acco e texto do paulista Alex Mir.

Com essas duas publicações, já são quatro as HQs lançadas após contatos que surgiram no Desenhe Aqui. As primeiras foram “Domingo, Sangrento Domingo” e “Justiceiro Joceli”, ambas escritas por Romeu Martins com desenhos de Victor Vic. E a responsável por colocar todas elas no mercado é a editora curitibana Estronho.

Voltada para o público infanto-juvenil, a história contada por Waleska em “Nível Zero” traz a protagonista Lia em um dilema: ela vive em um mundo paralelo onde todos os habitantes possuem um superpoder, mas o dela ainda não foi descoberto. “Acaba se tornando uma situação meio tensa, porque entre todas as crianças do lugar, só Lia não tem poder nenhum. É fácil para quem tem essa idade se identificar”, diz a autora.

Já Rebeca em “Muiraquitã” mergulha no universo indígena em terras brasileiras antes mesmo do descobrimento. Um muiraquitã (artefato talhado em pedra representando animais) é encontrando por um jovem índio que não sabe ao certo o que aquilo significa e nem o que traz consigo. No entanto, não demora até descobrir que se trata de um demônio há muito esquecido e que pode destruir a aldeia. “Depois, ao ver as caravelas se aproximando, o personagem principal se pergunta se aquilo fará com que a aldeia se salve”, adianta Rebeca.

 

Lápis, papel e boas ideias

Tanto Walesca quanto Rebeca são presença constante no Desenhe Aqui e reconhecem a importância do encontro como um catalisador de novos contatos e parcerias. “A gente conhece muita gente lá, surgem muitas oportunidades. Depois que a Estronho lançou as HQs do Romeu e do Victor e percebeu o potencial daqui, eu mandei o meu material e foi muito bacana. A editora se dispôs inclusive a publicar a série toda da minha HQ, que deve ter de seis a 10 edições”, conta Walesca.

Promovido mensalmente por iniciativa do ilustrador Kayuá Waszak, sempre com entrada gratuita e aberta ao público, o Desenhe Aqui é divulgado principalmente pelo boca a boca e dentro de grupos no Facebook, mas não faz qualquer grande exigência quanto a quem pode frequentar. "Qualquer pessoa munida de papel, lápis e boas ideias pode participar", ressalta o organizador.

Serviço:

O que: Lançamento das HQs “Muiraquitã” e “Nível Zero” no Desenhe Aqui

Quando: 27/9, 14h

Onde: Restaurante Capitão Gourmet, rua Lauro Linhares, 600, Trindade, Florianópolis

Quanto: Gratuito

No evento a HQ “Nível Zero” será vendida por R$ 15,00 e a “Muiraquitã” por R$ 18 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade