Publicidade
Domingo, 17 de Fevereiro de 2019
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 22º C

Fundação Cultural Badesc exibe filmes musicais durante o mês de fevereiro

Entre os clássicos apresentados no Cineclube estão "A Noviça Rebelde", "Cabaret" e "Canção de amor"

Redação ND
Florianópolis
06/02/2019 às 14H15
A Noviça Rebelde - Divulgação
Lançado em 1950,  "A Noviça Rebelde" tem no elenco Julie Andrews, Christopher Plummer e Charmian Carr  - Divulgação

O Cineclube da Fundação Cultural Badesc tem novidades durante o mês de fevereiro na sessão “ART 7: música, câmera, ação!”. Serão exibidos cinco filmes para relembrar ou conhecer grandes musicais adaptados para o cinema. A primeira apresentação ocorre nesta quarta-feira (6) com o filme “Cabaret”, do diretor americano Bob Fosse.

Entre os filmes selecionados para exibição,  está o clássico “A noviça rebelde”, dirigido por Robert Wise. O filme narra à história de uma noviça que vai trabalhar como governanta na casa de um viúvo com sete filhos. O elenco conta com Julie Andrews, Christopher Plummer e Charmian Carr. Completam a programação “Canção de amor” e “Jesus Cristo Superstar”.

Além do Cineclube, o Badesc tem programação cultural com exposições e mostras cinematográficas.  A mostra “Vampiros à Mostra” exibe uma pequena seleção filmes contemporâneos que exploram as variações dos personagens vampiros. O trabalho de Agnes Varda é celebrado com a apresentação de documentários dirigidos pela cineasta com reflexões autobiográficas. Também compõe a programação a “Mostra Burkina Faso em Foco”, que propõe levar o público a uma viagem pelo país africano através de filmes que tensionam tradição e modernidade. A programação pode ser acessada em fundacaoculturalbadesc.com.

Serviço:

O quê: Exibição de grandes musicais no ART 7: música, câmera e ação!

Quando: 6, 13, 20, 23 e 27/2, 19h.

Onde: Fundação Cultural Badesc, rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis

Quanto: Gratuito

Confira a programação completa

6/2, quarta-feira, às 19h

Cabaret

Ficha técnica: de Bob Fosse. EUA. 1972. 124 min. Drama/Musical. Sem classificação. Com Liza Minnelli, Michael York e Helmut Griem.

Sinopse: Berlim, anos 30. Sally, uma jovem americana que canta no cabaré Kit Kat, envolve-se com dois homens enquanto o partido nazista ascende na Alemanha.

13/2, quarta-feira, às 19h

Canção de amor

Ficha técnica: de  W.S. Van Dyke. EUA. 1938. 114 min. Musical. Livre. Com Jeanette MacDonald, Nelson Eddy e Frank Morgan.

Sinopse: A equipe dos bastidores de uma produção de sucesso da Broadway tenta impedir que as estrelas Gwen e Ernest, atores inseparáveis, aceitem uma proposta de levar seu show para Hollywood.

20/2, quarta-feira, às 19h

Jesus Cristo Superstar

Ficha técnica: de Norman Jewison. EUA. 1973. 108 min. Drama/Musical. 12 anos. Com Ted Neeley, Carl Anderson e Yvonne Elliman.

Sinopse: Os últimos dias de Jesus Cristo narrados do ponto de vista de Judas.  À medida que o número de seguidores de Jesus aumenta, Judas começa a se preocupar que ele esteja se apaixonando por sua própria promoção, esquecendo os princípios dos seus ensinamentos.

Mediação: José Cláudio S. Castanheira, professor do Curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

23/2, sábado, às 15h

A noviça rebelde

Ficha técnica: de Robert Wise. EUA. 1965. 172 min. Drama/musical. Livre. Com  Julie Andrews, Christopher Plummer e Eleanor Parker.

Sinopse: Maria, uma noviça que vive num convento em Salzburgo, Áustria, não consegue se adaptar às regras religiosas e vai trabalhar como governanta de um capitão viúvo com sete filhos criados com disciplina militar. Maria muda a rotina das crianças, trazendo alegria novamente à casa. Porém, a ascensão do nazismo ameaça a felicidade da família.

27/2, quarta-feira, às 19h

Hair

Ficha técnica: de Milos Forman. EUA, Alemanha Ocidental. 1979. 121 min. Musical. 16 anos. Com John Savage, Treat Williams e Beverly D'Angelo.

Sinopse: Claude, um garoto de Oklahoma, é recrutado para a guerra do Vietnã. De passagem por Nova York antes de se apresentar conhece um grupo de hippies que lhe apresenta conceitos nada convencionais sobre comportamento e sociedade, que lhe instigam a ver a guerra sob outro ponto de vista.

Mediação: Helena Zanin, professora de teatro e mestranda em Educação da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade