Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Fotógrafa Priscila Prade lança em Florianópolis livro que explora retratos de personalidades

"Impressões" traz retratos feitos pela profissional ao longo das últimas três décadas

Marciano Diogo
Florianópolis
Divulgação/ND
O livro “Impressões” traz retratos feitos pela fotógrafa entre o período de 1987 e 2014 e repassa a carreira artística de Priscila


A catarinense Priscila Prade, 44, é produtora cultural e atua na área editorial e publicitária, mas seu reconhecimento nacional é na fotografia, mais especificamente por seus retratos de artistas como Paulo Autran, Paulo Miklos, Jô Soares, Bruna Lombardi e Ron Carter. São estes trabalhos produzidos por Priscila ao longo das últimas décadas que estão no livro “Impressões”, obra que será lançada hoje em Florianópolis, com a presença da autora. “Em meus retratos, sempre trago um personagem ferido. Construo uma história e insiro a pessoa dentro deste contexto. Às vezes o próprio estilo do retratado me remete a um personagem, e crio essa ‘persona’ junto da pessoa que está sendo retratada”, explica Priscila, sobre a dramaturgia do retrato.

Atualmente radicada em São Paulo, Priscila criou  interesse pela fotografia na adolescência, aos 14 anos, quando fez cursos teóricos e trabalhou como assistente em um estúdio fotográfico. Desde então, não largou mais as câmeras. “Tenho uma família grande e sempre gostei de fotografá-los. Sempre tive gosto maior pelas fotos com gente e tive muito material humano em casa”, brinca a fotógrafa, que é filha do escritor Péricles Prade e sobrinha do poeta Lindolf Bell.

Já tendo seu trabalho mais consolidado, Priscila realizou exposições individuais em diferentes cidades do mundo, como Milão, Londres, Paris e São Paulo. “Minha primeira mostra individual foi em Paris, com 19 anos. Recordo que os primeiros retratos que fiz de pessoas mais conhecidas foram da cantora Elba Ramalho e da atriz Cláudia Raia, mas esses não estão no livro”, comenta. Ela também fundou há sete anos a produtora de teatro Super Amigos, empresa que leva espetáculos para diferentes cidades do Brasil.

O livro “Impressões” traz retratos feitos pela fotógrafa entre o período de 1987 e 2014 e repassa a carreira artística de Priscila: desde registros em preto e branco, feitos de maneira orgânica com produção física do filme, até outros mais atuais, coloridos e digitalizados. “Durante a produção do livro, compreendi ainda mais o meu trabalho. Creio que todo processo criativo passa pela autodescoberta”, conclui.  

Força imagética
O livro “Impressões” também traz a força imagética dos retratos de Priscila Prade acompanhada de trechos de textos literários. “Depois de separar as imagens e os fragmentos de texto, comecei a ‘casar’ uns com os outros. Um texto relacionado a uma imagem torna-se uma terceira obra. Fotografar para mim é desenhar poesia”, constata a fotógrafa. Entre os textos selecionados por Priscila, estão também fragmentos de letras de músicas, além de poemas mais clássicos e contemporâneos, que vão desde autoria de Hilda Hilst a Michel Melamed. 

O livro “Impressões” traz retratos de Jô Soares, Alexandre Nero, Rodrigo Lombardi, Bruno Garcia, Ives Kolling, Paloma Bernardes, Ivo Müller, Luana Piovani, Barbara Paz e Leandro Lima, dentre outros. Entre os mais marcantes, está o do ator Paulo Autran, morto em 2007. “Sempre o admirei desde criança e ele mesmo me chamou para fotografá-lo. Foi um ponto forte de reconhecimento da minha carreira. Gosto muito deste retrato”, conclui Priscila.

Saiba mais sobre o trabalho da fotógrafa Priscila Prade através do site www.priscilaprade.com.br.

“Impressões”. De: Priscila Prade. Editora: IPSIS. 250 págs. R$ 100.

O quê: Lançamento do livro “Impressões”, com a presença da autora
Quando:
27/11, 20h30
Onde:
Museu da Escola Catarinense, rua Saldanha Marinho, 196, Centro, Florianópolis, tel. 48 32258658
Quanto:
Gratuito 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade