Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Floripa Tap realiza edição especial nas Paralimpíadas, no Rio de Janeiro

Evento que ocorre em Florianópolis há seis anos foi selecionado pela Funarte para a programação cultural oficial dos jogos

Karin Barros
Florianópolis
Daniel Queiroz/Arquivo/ND
Marina Coura, idealizadora do festival, que levará mostra de sapateado e oficinas ao Rio

Florianópolis também vai estar presente na cidade da Olimpíada 2016, mas não apenas com o esporte, mas sim com ritmo e dança. O Floripa Tap - Festival Internacional de Sapateado, que ocorre há seis anos entre março e abril, fará parte da programação cultural oficial da Paralimpíada no Rio de Janeiro, entre os dias 30 de agosto e 4 de setembro, no Teatro Dulcina. O evento é representante da região Sul entre outros nove festivais selecionados no país pelo edital da Funarte e do Ministério da Cultura.

Marina Coura, idealizadora, organizadora e professora de sapateado, afirma que inscreveu o evento catarinense no intuito de levar o sapateado para o Brasil todo, já que nesta data milhares de pessoas de todos os cantos do país estarão no Rio. Fazem parte da programação, a companhia da Capital, Trupe Toe, o instrumentista catarinense Leandro Fortes, com uma oficina sobre elementos musicais aplicados ao sapateado, dois grupos do Rio de Janeiro e uma de Fortaleza.

Cada noite terá um espetáculo de dança diferente, e ao final, o público pode participar de um bate-papo com o diretor responsável para discutir a pesquisa do grupo, processo de criação e tirar dúvidas. Pensando no momento turístico vivido, todos os eventos terão tradução para o inglês com 30 fones disponíveis. No dia 4 também terá audiodescrição. Ao todo, serão 20 oficinas em seis dias de Floripa Tap no Rio. Elas serão gratuitas e abertas ao público, com aulas para iniciantes, intermediários avançados e avançados. Porém, cada oficina tem um limite de público. As inscrições acontecem pelo site oficial do evento, mas caso elas não fechem, quem chegar na hora e tiver sorte poderá participar.

Um painel de debate ocorre no dia 3 de setembro, das 14h às 15h30 para discutir sobre o sapateado brasileiro no cenário nacional e mundial. “Esperamos reunir gerações, pois o sapateado cresceu muito e termos vários formatos. Vamos ver que caminhos queremos traçar com tudo isso”, explicou a organizadora Marina. Estarão presentes Adriana Salomão, Bia Mattar, Christiane Matallo, Cintia Martin, Flávia Costa, Marina Coura, Patrícia Taranto, Steven Harper e Valéria Pinheiro. No último dia, 12 grupos não profissionais que se inscreveram por meio de vídeos terão suas performances comentadas pelos profissionais que atuaram ao longo da semana nas oficinas.

Serviço:

O quê: Floripa Tap nas Olimpíadas
Quando: de 30/8 a 4/9
Onde: Teatro Dulcina, rua Alcindo Guanabara, 17, Centro, Rio de Janeiro
Quanto: gratuito
Informações: floripatap.com.br

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade