Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 17º C

Florianópolis sedia festival de filmes de turismo

Produções de 50 países concorrem a 29 prêmios

Anita Martins
Florianópolis

O TourFilm Brazil, festival internacional de filmes de turismo apoiado pela Rede RIC Record, entrega, neste sábado (21), 29 prêmios Arara de Ouro a produções do mundo todo. Realizado em Florianópolis desde o ano passado, o evento recebeu 492 inscrições de 50 países nesta edição. Do Brasil, 24 estados e o Distrito Federal têm representantes.

Filmes de 3 a 60 minutos concorrem em categorias temáticas como pessoas, culturas e tradições, sabores e aromas, e turismo de natureza. Há ainda premiações técnicas, para melhores fotografia, trilha sonora e roteiro, entre outros. Quem levar o Grande Prêmio Professor Henrique José de Souza também conquista uma vaga para disputar o Grand Prix do Festival dos Festivais, em Viena, na Áustria.

Além de transportar os espectadores para o destino sobre o qual fala, esse tipo de filme fomenta o turismo. “Só Paris recebe seis vezes mais turistas que o Brasil inteiro. Isso porque os filmes de romance criaram uma magia em torno da cidade. Todos querem ver de perto o lugar onde foi gravada a cena daquele filme favorito”, diz o diretor do TourFilm Brazil, Jorge Oro.

O cineasta francês Georges Pessis, presidente do júri do TourFilm Brazil e produtor de cerca de 300 audiovisuais, ressalta a qualidade dessas produções. “Filme nunca é produto, nem quando encomendado. É criação. E, para ser bom, precisa emocionar.”

Cinema alavanca turismo

A relação entre as indústrias do cinema e do turismo tem crescido nos últimos anos, com ganhos para os dois lados. Enquanto produtores conseguem locações em lugares com paisagens espetaculares e até ajudas financeiras, empresas e departamentos governamentais beneficiam-se da divulgação e do consequente aumento de visitas.

Foi o que aconteceu em filmes como “Harry Potter” e “Senhor dos Anéis” (Nova Zelândia), “Vicky Cristina Barcelona” (Espanha), “Código da Vinci” (Inglaterra e França) e “Mamma Mia!” (Grécia). “Ninguém pensa em ‘Casa Blanca’ sem lembrar do Marrocos e em ‘Procurando o Nemo’ sem associar a Sydney, na Austrália”, acrescenta Oro. Para Pessis, a integração entre os dois segmentos vai tão bem porque precisam dos mesmos ingredientes principais: emoção e beleza.

Serviço

O que: TourFilm Brazil, com exibição de filmes e entrega das premiações
Quando: 21/5
Onde: Auditório da Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), na Rodovia Admar Gonzaga, 2765, Itacorubi
Quanto: Gratuito

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade