Publicidade
Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 22º C

Florianópolis recebe exposição fotográfica “Lugar Abandono”, de Marcos Martins

Premiada no edital Elisabete Anderle, a exposição mostra o processo de reconstrução da paisagem a partir do resíduo e da ruina.

Ian Sell
Florianópolis
28/11/2016 às 13H01

O espaço cultural BRDE Governador Celso Ramos recebe a partir dessa segunda, 28, a exposição fotográfica “Lugar Abandono” do cineasta Marco Martins. A mostra estava prevista para abrir no Galeria  Municipal Pedro Paulo Vechietti em 4 de novembro, selecionada por edital do espaço, mas foi cancelada pela Fundação Franklin Cascaes por falta de recursos para pagar o cachê do proponente.

Exposição
Exposição "Lugar Abandono", de Marco Martins, abriria nesta sexta na galeria. - Marco Martins/Divulgação/ND


Vencedor do Edital Elisabete Anderle, o projeto Lugar Abandono, realizado pela Vinil Filmes, surgiu a partir da descoberta de Marco Martins, de um saco plástico jogado na calçada, no centro da cidade contendo dezenas de filmes fotográficos das décadas de 1970 e 1980, todos vencidos, mas ainda virgens. A partir daí, Marco iniciou uma jornada de pesquisa. Testou alguns dos filmes e ao apreciar o resultado das revelações, viu-se mergulhado num processo de criação acidental: o que saía impresso na película não dependia exclusivamente do fotógrafo, da luz e do objeto. O tempo se tornara o principal agente no processo de construção pictórica. Com o projeto premiado pelo edital , Marco Martins e sua mulher a também cineasta Loli Menezes, pegaram os 53 filmes restantes e realizaram uma viagem pelo interior de Santa Catarina, fotografando prédios em ruínas, casas vazias, cemitérios de automóveis.O resultado da viagem pode ser conferido nas 25 fotos ampliadas que compõem a exposição até o dia 20 de dezembro. 

“Lugar Abandono é a minha primeira exposição fotográfica. Não me considero um fotógrafo profissional, das imagens estáticas. Sou um cineasta. Trabalho com a imagem em movimento, faço cinema de ficção, documentário, lido com atores, equipes, entrevistados, cenários, figurinos, existe um trabalho descomunal, coletivo e complexo entre ter a ideia e ver a obra concluída. No ofício do fotógrafo, existem alguns atalhos no processo, pois as decisões que envolvem o clicar estão destinadas a uma única pessoa. Essa pessoa olha para os lados, aponta a câmera, enquadra e clica. Eis a obra. A pintura. Aqui já estou falando de Lugar Abandono. Não estou filosofando sobre fotografia de moda ou de comerciais impressos. Estou falando de arte e de registrar o tempo e o lugar em que vivo. Escombros, ruínas e esquecimento. Para sempre na memória”, conta o cineasta. 

SERVIÇO:

O quê: Exposição “Lugar Abandono”, do cineasta Marco Martins

Quando: a partir de 28 de novembro, as 19h

Onde: Espaço Cultural BRDE Governador Celso Ramos, av. Hercílio Luz, 617, centro, Florianópolis

Quanto: Gratuito

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade