Publicidade
Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 22º C

Festival em trio elétrico celebra mulheres compositoras em Florianópolis neste domingo

Terceira edição do "Sonora – Festival internacional de Compositoras" será realizada em 74 cidades e 16 países

Redação ND
Florianópolis
22/11/2018 às 22H32

A terceira edição do Sonora – Festival internacional de Compositoras ocupa neste domingo (25) Santo Antônio de Lisboa, reunindo 21 mulheres criadoras. Este ano, o evento, em sua terceira edição, vai acontecer em 74 cidades e 16 países.

Nesta terceira edição serão 21 mulheres, que se apresentaram num trio estacionado na rua Cônego Serpa - Divulgação/ND
Nesta terceira edição serão 21 mulheres, que se apresentaram num trio estacionado na rua Cônego Serpa - Divulgação/ND


No palco, na verdade um trio elétrico que estacionará na rua Cônego Serpa, para apresentar a produção própria das artistas Arele Vachtchuk, Ariele Locatelli, Bianca Maia, Carolina Brum, Glaci Pacheco, Isabella Fialho, Ivanna Tolotti, Ká Alves- K47, Kalinne Ribeiro, Kia Sajo, Leonella, Lu Amaral, Luana Mockffa, Maria Brum, Marianna Ferrari, Milena, Natascha Hak, Silvia Abelin, Tania Meyer, Telma Coelho, Victória Aftalion. O projeto conta com apoio cultural da empresa de tecnologia Involves e tem realização da É Show Produtora.

O SONORA teve origem na hashtag #mulherescriando, que foi uma iniciativa da musicista Deh Mussulini para romper o imaginário de que existem poucas compositoras, ou seja, mulheres que criam sua arte sonora. Com grande repercussão, as compositoras espalhadas pelo Brasil Flávia Ellen, Amorina e Bia Nogueira (Belo Horizonte), Ana Luisa Barral (Salvador), LaBaq (São Paulo), Ilessi (Rio de Janeiro) e Isabella Bretz (BH, Lisboa e Dublin), conversaram sobre a ideia de fazer um festival, que hoje é chamado Sonora. A partir daí, outras mulheres foram entrando e agregando ideias e iniciativas. Hoje é uma grande rede espalhada pelo mundo.O objetivo do festival é dar visibilidade, promover e legitimar a presença da mulher compositora, empoderando-a artística, profissional e economicamente.

São muitas as compositoras que cantam, tocam e arranjam suas próprias canções, porém não possuem reconhecimento e devido espaço no meio musical. Nos palcos do Sonora se apresentam iniciantes e artistas já estabelecidas, trocando experiências e fortalecendo, principalmente, cada cena local na qual o evento se insere.

O Sonora funciona através de uma rede de produtoras locais que estão situadas em cada cidade onde os eventos acontecem e são conectadas e organizadas por uma coordenação geral composta por uma equipe multidisciplinar de mulheres no Brasil e no mundo.

Serviço
O quê: Sonora Festival Internacional de Compositoras – Floripa
Quando: 25/11, 17h
Onde: Rua Cônego Serpa, Santo Antônio de Lisboa
Quanto: Gratuito

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade