Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Everson Zoio afirma que vídeo em que relata sexo sem consentimento foi 'brincadeira'

Segundo o youtuber, ele estava na cama com a então namorada quando foi avisado por ela de que "não ia rolar nada porque estava cansada", mas despiu a garota enquanto ela dormia e começou o ato sexual

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
30/07/2018 às 22H41
Everson publicou um vídeo no qual afirma que tudo não passou de uma invenção sua - Instagram/Reprodução/ND
Everson publicou um novo vídeo no qual afirma que tudo não passou de uma invenção sua - Instagram/Reprodução/ND


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O youtuber Everson Zoio viu seu nome envolvido em uma polêmica desde a última sexta-feira (27), quando um vídeo em que relata ter feito sexo com sua ex-namorada sem o consentimento desta enquanto ela estava dormindo ressurgiu nas redes sociais.

O vídeo, que havia sido publicado originalmente em 2017 sob o título  "O dia que fui dormir na fazenda com minha ex-namorada", mostra o jovem contando a história para três amigos e gerou acusações de estupro nas redes sociais.

Segundo Everson, ele estaria na cama com sua namorada quando foi avisado por ela de que "não ia rolar nada porque estava cansada". O youtuber  então teria despido a garota enquanto ela dormia e começado o ato sexual. 

Questionado por um dos amigos se a menina não havia percebido o que estava acontecendo, Everson responde "Não". A ex-namorada teria acordado apenas depois do ato já iniciado. 

O vídeo, que já foi apagado, não gerou repercussão quando foi publicado inicialmente, embora a conta de Everson no YouTube conte com quase 10 milhões de inscritos. 

Conhecido por seus vídeos de "desafios", que consistem em ações que desafiam o bom senso, como colocar a mão em um formigueiro ou levar uma marretada no próprio pé, Everson já havia relatado uma história semelhante em vídeo de 2015, no qual conta que fez sexo com uma garota que dormia porque "tinha que resolver aquela vontade" e havia sido "deixado na mão"; 

No sábado (28), Everson publicou um vídeo no qual afirma que tudo não passou de uma invenção sua. Segundo o youtuber, a história teria sido criada por ele em 2015 e recontada novamente no vídeo de 2017. 

"Homem é assim mesmo, aumenta as coisas", diz o youtuber em seu esclarecimento. "Mesmo sendo uma brincadeira e a história ser mentira, eu peguei pesado".

Everson ainda publicou uma nota oficial em seu Instagram, na qual afirma que o vídeo "foi uma brincadeira totalmente imatura e de mal gosto [sic], o fato não existiu, foi uma forma totalmente errada de tentar ser engraçado, mas perdi o controle e a situação se tornou agressiva e constrangedora". 

O youtuber ainda pediu desculpas pelo conteúdo gravado. "Peço desculpas a todos que foram ofendidos, meus familiares, amigos, seguidores e as pessoas em geral", afirma na nota.

Segundo a assessoria do youtuber, Everson estaria muito abalado e reunido com sua família, e portanto não daria entrevistas para comentar o caso. 

Desde o acontecido, Everson já teve sua participação cancelada no Curitiba Social Mix, que reúne diversas personalidades das redes sociais em palestras e workshops. Segundo nota divulgada pelos organizadores do evento no Twitter,  "O Curitiba Social Mix repudia veementemente qualquer forma de violência às mulheres".

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade