Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Estreia de "O Despertar da Força" é assistida por 5.000 convidados em Hollywood

Astros do cinema compareceram à estreia do longa-metragem mais aguardado do ano

Redação ND
Florianópolis

A estreia de "Star Wars: O Despertar da Força" foi marcada na segunda-feira (15) por aplausos de pé para George Lucas e os atores da trilogia original, com a já esperada empolgação dos fãs, em uma cerimônia histórica em Hollywood. Quase 5.000 convidados eleitos por concursos compareceram à estreia de "O Despertar da Força", o primeiro filme da saga em 10 anos e o longa-metragem mais aguardado do ano.

2015 Getty Images/ND

 

Astros do cinema como Spike Lee, Geena Davis, Steven Spielberg, Sofia Vergara e Joseph Gordon-Levitt fantasiado de Yoda compareceram à sala Dolby e ao Chinese Theatre, onde o filme foi exibido simultaneamente. Para a estreia, uma das mais importantes da história de Hollywood, a polícia isolou um perímetro de 10 quarteirões e adotou medidas de segurança mais rígidas que para a cerimônia do Oscar. Centenas de fãs se reuniram nas imediações para tentar observar o elenco do novo filme da série, cujo primeiro episódio foi lançado em 1977.

"Realmente vale a pena estar aqui. É algo que só acontece uma vez na vida", disse Kaitlyn Nichols, uma estudante de 18 anos. Os atores da primeira trilogia, sobretudo Mark Hamill (Luke Skywalker), Carrie Fisher (Princesa Leia) e Harrison Ford (Han Solo), caminharam pelo tapete vermelho ao lado dos novos protagonistas de "O Despertar da Força". "A tecnologia é genial quando não nos supera. Sempre pensei que é melhor permanecer na escala humana", disse à AFP Harrison Ford, em referência à decisão do diretor J.J. Abrams de privilegiar os atores e os cenários reais aos recursos digitais.

"A saga fala de desenvolver seu potencial e isto era assim desde o primeiro "Star Wars". Luke (Skywalker) não sabia do que seria capaz. É algo que devemos enfrentar todos os dias", disse o roteirista Lawrence Kasdan.

 

'Mitologia do nosso tempo'

Daisy Ridley e John Boyega, dois britânicos de 23 anos, são os protagonistas, a solitária Rey e o soldado do império Finn, que passa para o lado da Força. "Estamos aqui para celebrar o novo "Star Wars", nada disto seria possível sem a genialidade e a visão de apenas um indivíduo, George Lucas, que criou a mitologia mais bela do nosso tempo", afirmou o presidente da Disney, Bob Iger, ao iniciar o evento.

A Disney comprou a Lucasfilm, empresa de George Lucas, e os direitos da saga espacial em 2012 por mais de quatro bilhões de dólares. A gigante do entretenimento começará muito em breve a colher os frutos do investimento: a pré-venda para "O Despertar da Força" bateu recordes.

O filme vai chegar aos cinemas de todo o mundo a partir de quarta-feira e analistas projetam uma arrecadação que pode superar dois bilhões de dólares. Isto sem contar os produtos derivados e os próximos filmes. "É formidável estar aqui para este acontecimento sem pretensões", brincou J.J. Abrams, no teatro Dolby. O diretor agradeceu aos pais que o levaram para assistir "Star Wars" quando tinha 10 anos e prestou homenagem a Steven Spielberg, seu mentor.

Durante o evento também foram ovacionados o compositor da famosa trilha sonora, John Williams, Carrie Fisher e Harrison Ford. "O Despertar da Força", que teve o roteiro mantido em sigilo até a estreia, se passa 30 anos depois de "O Retorno de Jedi". Luke Skywalker, o último mestre Jedi, desaparece e é necessário encontrá-lo para salvar a galáxia da Primeira Ordem. 

A princesa Leia, que se tornou general, envia o piloto de caça Poe Dameron - interpretado por Oscar Isaac - para tentar encontrar Luke. Em seu caminho, ele encontra Finn e Rey. A exibição do filme foi acompanhada por gritos de alegria e muitos aplausos, sobretudo quando aparece a imagem de Harrison Ford com o personagem Chewbacca.

Perseguições espaciais, combates com sabres de luz, criaturas exóticas, poderes sobrenaturais, romances... "O Despertar da Força" recupera os ingredientes de uma saga que marcou a cultura popular e é um dos maiores sucessos da história do cinema. "É divertido, emocionante. Tive a impressão de reviver minha infância e acredito que meu filho gostará", disse à AFP Mike Care após assistir o filme. "É realmente genial. Há muitos momentos em que as personagens femininas têm o poder", afirmaram Veronica e Vanessa Merrill.

Fonte: AFP

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade