Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Espetáculo "Livres e Iguais" comemora seus 14 anos com apresentação no projeto TAC 7:30

Teatro de bonecos é inspirado na Declaração Universal dos Direitos Humanos

Carolina Moura
Florianópolis

Ron Lima/Divulgação
Bonecos de material reaproveitado representam situações em que os direitos do indivíduo são desrespeitados

O espetáculo “Livres e Iguais”, do grupo Teatro Sim, Por Que Não?!!!, comemora 14 anos de estrada com uma apresentação no TAC (Teatro Álvaro de Carvalho), nesta terça (18), no projeto TAC 7:30. A peça de teatro de animação estreou em junho de 1999 e desde então foi apresentada mais de 500 vezes por todas as regiões do Brasil. Inspirada pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, ela mostra como eles são descumpridos em nossa sociedade.

“Seria um prazer para nós se amanha a gente pudesse tirar o espetáculo de cartaz por ser datado, representativo de uma realidade que não existe mais. Mas a gente vê que ele se mantém atual, a violência é cada vez maior contra o indivíduo e contra as liberdades dele”, diz Júlio Maurício, que dirige “Livres e Iguais” ao lado de Nazareno Pereira e Nini Beltrame. Ele destaca também que essa não é uma realidade exclusiva do Brasil, mas de todo o mundo.

Por essa universalidade do tema e pela forma como é apresentado, um teatro de bonecos sem falas, apenas a trilha sonora, o espetáculo é de fácil compreensão para públicos de diferentes locais, escolaridades e faixas etárias. Em 2001, o grupo participou do festival francês Première Biennale Internationale des Arts de la Marionnette, em Paris, e foi aplaudido enfaticamente. Depois de já haver retornado ao palco duas vezes para agradecer os aplausos, eles ouviram um barulho ensurdecedor dos bastidores. “Alguém da organização explicou que aquilo era o pateado – quando um trabalho emocionou de mais, os franceses batem com os pés nos bancos. Voltamos para agradecer novamente e entramos todos cinco atores chorando”, lembra Maurício.

“Livres e Iguais” fala da manipulação dos princípios básicos da dignidade humana, das pessoas obrigadas a sobreviver do lixo, da disputa por um lugar para morar, da falta de trabalho, da violência contra a mulher e da exploração da mão de obra infantil. Temas duros e violentos, representados em bonecos feitos de peças automotivas e de eletrodomésticos, que são entremeados por cenas lúdicas em teatro de sombras, com formas inspiradas por Miró.

Serviço

O quê: Espetáculo “Livres e Iguais” no TAC 7:30

Quando: 18/6, 19h30

Onde: TAC, rua Marechal Guilherme, 26, Centro, Florianópolis, tel. 3028-8070 / 3028-8071

Quanto: R$ 10/R$ 5 (meia)

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade