Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Encontro no Centro de Florianópolis marca os dois anos do grupo Urban Sketchers

No sábado, pessoas de diferentes formações vão se espalhar pelas calçadas para desenhar

Redação
Florianópolis
18/05/2018 às 10H17

Neste sábado (19), pessoas de diferentes formações vão se espalhar pelas calçadas do Centro para desenhar na travessa Ratcliff. A ação faz parte do 24º Encontro Urban Sketchers Florianópolis desenvolvido pelo grupo homônimo ao evento. Ele teve início em maio de 2016, incentivados pelo trabalho desenvolvido por colegas em Curitiba (PR). 

Hoje, o projeto conta com 23 lugares representados em grafite, tinta e papel, como o Mercado Público, Escadaria do Rosário, as linhas de concreto do edifício Ceisa Center e a arquitetura do início do século 20 do Casarão da Lagoa da Conceição. 

Os encontros são gratuitos e abertos a qualquer um, independentemente de idade e de habilidade. O objetivo das saídas é divulgar o desenho de observação como registro da cidade e promover a interação entre as pessoas. Jony Coelho, professor de Arquitetura da Unisul e correspondente do blog oficial do Urban Sketchers Brasil, é um dos frequentadores mais assíduos. Morador em Tubarão, geralmente vai e volta no mesmo dia para desenhar na capital juntamente com sua esposa, Joan Kerr, que há pouco decidiu se juntar aos desenhistas.

O movimento Urban Sketchers surgiu em 2007 em Seattle (EUA) quando o jornalista e ilustrador espanhol Gabriel Campanario formou uma comunidade online para compartilhar desenhos de rua. Hoje, existem grupos em mais de 220 cidades, como Beijing, Líbano, Paris e Cidade do Cabo. O Brasil é o terceiro país com mais grupos oficiais, atrás apenas de Estados Unidos e Inglaterra. 

O movimento conta com um manifesto que, entre outros itens, estimula o registro do lugar e do momento, o apoio mútuo e a expressão individual.

Serviço

O quê: 24º Encontro Urban Sketchers Florianópolis
Quando: 19/5, das 15h às 17h
Onde: Travessa Ratcliff, entre a rua Tiradentes e o calçadão da João Pinto
Quanto: gratuito

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade