Publicidade
Terça-Feira, 22 de Janeiro de 2019
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 23º C

Dj Catarina faz sucesso com apresentações que valorizam artistas mulheres

Os shows da catarinense misturam clássicos dos anos 80 com sucessos atuais

Catarina Duarte
Florianópolis
02/01/2019 às 13H25
A Dj valoriza artistas mulheres em suas apresentações - Tóia Oliveira/Divulgação
A rotina da Dj é dividida entre a loja A_Galleria e as apresentações musicais- Tóia Oliveira/Divulgação

 

Elaine Silveira tem um parafuso a mais quando se trata de música. A DJ é amante da discotecagem e, começou a tocar por diversão, influenciada pelo irmão Mário Sérgio, baixista e guitarrista de carreira. O som de bandas como Metallica, Black Sabbath e AC/DC, marcou a juventude da moça que hoje tem como referência as cantoras brasileiras Karol Conka e Iza.  

A imbitubense, formada em design de moda na Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina), fez sua primeira apresentação em 2012, num bar de rock, com o codinome DJ Catarina. O apelido veio da época em que morou Portugal, onde seus colegas tinham dificuldades em pronunciar seu nome corretamente. Depois disso, adotou Catarina como seu nome artístico.

Tocou em Curitiba, Itapema e Rio do Sul abrindo os shows da banda Project46 e em casas de festa no Sul do Estado. Em Florianópolis, participou da Maratona Cultural do último ano, tocando na Escadaria do Rosário com o grupo Cores de Aidê e a banda feminina Mulamba.

A moça de cabelos platinados, olhos escuros e tatuagens que ocupam as mãos e braços, trabalha com montagem de sua setlist misturando clássicos, em especial dos anos 1980, com as músicas que estão fazendo sucesso nas paradas. Dependendo do evento, Elaine altera o set, privilegiando, por exemplo, vozes femininas e mulheres que representam o feminismo.

Feminismo é pauta presente em sua vida. Tocando por anos em palcos geralmente comandados por homens, Elaine enfrentou inúmeras situações em que se sentiu subestimada e até ignorada. “Quando subo num palco só penso numa coisa, passar um pouco da minha experiência para outras mulheres e é com a música que faço isso,” explica.  

A rotina da DJ é dividida entre a loja A_Galleria, a produção de peças de vestuário com sua assinatura e a discotecagem. O emaranhado de cabos marca a fachada da A_Galleria, que compartilha o prédio número 153 com a Cebrac (Centro Brasileiro de Cursos), na rua Tiradentes. No local, três marcas autorais — Modista, Ana Terra Acessórios e Colchetes — vendem produtos como vestidos, biquinis, lingeries, colares e anéis.

A DJ Catarina abre as apresentações do Réveillon da Beira-Mar, que conta ainda com shows do Dazaranha, Projeto Z e participantes do The Voice. No dia 20 de janeiro, toca com o grupo Francisco El Hombre no Square Lab: O Centro é nossa Praia, em local montado ao lado da Escola Antonieta de Barros.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade