Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Diretor Milos Forman, de 'Um Estranho no Ninho', morre aos 86

Ele dirigiu 20 filmes na carreira, mas voltou a ganhar destaque com obras inspiradas em histórias reais

Folha de São Paulo
São Paulo
14/04/2018 às 09H46

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor de cinema Milos Forman, vencedor do Oscar pelos filmes "Um Estranho no Ninho" (1975) e "Amadeus" (1985), morreu aos 86 anos neste sábado (14). A causa da morte não foi divulgada.

Milos Forman - Divulgação/ND
Milos Forman se tornou cidadão americano em 1977 - Divulgação/ND


Nascido na República Tcheca, o cineasta se mudou para os Estados Unidos em 1968 após o fim movimento popular conhecido como Primavera de Praga, reprimido pela União Soviética. Em 1977 ele se tornou cidadão americano. 

O diretor tinha dez filmes no currículo quando mudou de país e já havia concorrido ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro com "Os Amores de uma Loira" (1966). Mas foi nos EUA que ele se consagrou ao dirigir  Jack Nicholson e Louise Fletcher em "Um Estranho no Ninho", que ganhou cinco estatuetas no Oscar (Filme, Diretor, Ator, Atriz e Roteiro). 

Forman, que dirigiu 20 filmes na carreira, voltou a ganhar destaque com obras inspiradas em histórias reais. "Amadeus" retrata as vidas dos compositores Wolfgang Amadeus Mozart e Antonio Salieri; "O Povo Contra Larry Flynt" (1996) conta a história do editor da revista pornográfica americana "Hustler"; já "O Mundo de Andy", com Jim Carey, é uma cinebiografia de Andy Kaufman (1949-1984), cantor, humorista e dançarino e ator norte-americano.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade