Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

De uma experiência em Portugal, Adriana Calcanhoto fez a turnê A Mulher do Pau Brasil

Espetáculo, ou concerto-tese como a artista define, será apresentado neste sábado em Florianópolis, no Teatro do CIC

Redação
Florianópolis
08/11/2018 às 17H50
Espetáculo é resultado da conclusão de residência artística na Universidade de Coimbra, onde a artista fez curso e também apresentações - Leo Aversa/Divulgação/ND
Espetáculo é resultado da conclusão de residência artística na Universidade de Coimbra, onde a artista fez curso e também apresentações - Leo Aversa/Divulgação/ND



Adriana Calcanhoto quebra o jejum dos fãs de Florianópolis e volta a capital catarinense neste sábado para show no Teatro Ademir Rosa, do Centro Integrado de Cultura. Desta vez, ela apresenta “A Mulher do Pau Brasil”, um ‘concerto-tese’ resultado da conclusão de residência artística na Universidade de Coimbra, onde esteve nos últimos dois anos entre cursos e apresentações.

A imensa repercussão do show gerou uma turnê que começou pela Europa e veio ao Brasil. Acompanhada por Bem Gil e Bruno Di Lullo, Adriana elaborou um roteiro com músicas compostas no período lusitano, releituras (a recente ‘As Caravanas’, de Chico Buarque, por exemplo) e também reencontra clássicos de seu repertório, como ‘Inverno’, ‘Vambora’ e ‘Esquadros’.

A inédita canção-título abre o show em tom autobiográfico (‘Nasceu no Sul / Foi para o Rio / E amou como nunca se viu’) e também retoma o nome de um espetáculo do início da carreira de Adriana (‘A Mulher do Pau Brasil’), ainda em Porto Alegre nos anos 1980. Foi quando começou a ser instigada pelo ‘Manifesto da Poesia Pau Brasil’, do modernista Oswald de Andrade, e toda a sua influência no movimento tropicalista décadas depois. Tais temas sempre estiveram presentes em sua obra e ressurgiram com intensidade no período português.

Não à toa que ‘Vamos Comer Caetano’, composta para o disco ‘Maritmo’ (1998), foi retomada no repertório e sublinha o conceito antropofágico da apresentação, através da ideia de devorar, se apropriar e reinventar a informação que vem de fora.

“Costumavam me perguntar se eu já tinha virado portuguesa e eu sempre respondia que não. Nunca me senti tão brasileira como agora”, conta Adriana, que foi nomeada Embaixadora da Língua Portuguesa da Universidade de Coimbra no final de 2015.

 

Serviço:

O quê: Show "A Mulher do Pau Brasil", de Adriana Calcanhoto

Quando: 10/11, 21h

Onde: Teatro do CIC, av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600,  Agronômica, Florianópolis 

Quanto: De R$ 104,50 (meia) a R$ 209 (inteira) em http://www.diskingressos.com.br

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade