Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Curtas-metragens “Rio da Madre” e “Antonieta” são exibidos no CIC em Florianópolis

Ficção “Rio da Madre", que estreia na Capital, explora a história de um bebê que não chora e os reflexos que tal fato tem em uma comunidade

Redação ND
Florianópolis
Yannet Briggiler/Divulgação/ND
Filmado em 2015 em Lages, "Rio da Madre" tem direção do também escritor Fábio Brüggemann


Os curtas-metragens “Rio da Madre” e “Antonieta” são exibidos nesta quinta-feira (17) no CIC (Centro Integrado de Cultura), em Florianópolis. O primeiro, ficção que tem sua estreia na Capital, tem roteiro e direção de Fábio Brüggemann e explora a história de um bebê que não chora e os reflexos que tal fato tem em uma comunidade. “O filme trata do silêncio, representado pela criança que estranhamente não chora, numa sociedade em que todos se importam com a vida dos outros mais do que com as suas, cogitam coisas que não existem e o mistério habita o lugar”, explica Brüggemann.

“Rio da Madre” foi filmado em 2015 em Lages, na Serra catarinense. A história é baseada em um conto escrito por Fábio Brüggemann, e assim como o texto, o filme busca explorar questões que norteiam as relações sociais. “A história é uma metáfora como a sociedade contemporânea caminha. É uma reflexão sobre a linguagem e o silêncio. É um filme esperançoso, uma obra aberta, que não é objetiva”, completa Brüggemann, que também é autor de diversos livros.

Já o documentário “Antonieta”, também rodado no último ano, conta a trajetória de Antonieta de Barros, a primeira deputada negra do Brasil. O filme, que traz imagens históricas de arquivo, tem como áudio, além da trilha sonora, a locução da própria diretora Flávia Person, que narra a história de Antonieta de Barros além de ler trechos de textos escritos pela professora e deputada, que também foi cronista. Atualmente, “Antonieta” está com uma campanha de financiamento coletivo para que haja reforço na distribuição do filme: o objetivo é que sejam produzidas 1.000 cópias do curta, para distribuí-las em bibliotecas e escolas de diferentes regiões do Brasil. Interessados em colaborar financeiramente podem fazê-lo através do site www.benfeitoria.com/antonieta. Ambas as produções receberam o Prêmio Catarinense de Cinema 2013.

O quê: Lançamento de “Rio da Madre” e exibição de “Antonieta”
Quando: 17/3 e 19/3, 20h
Onde:
Cinema do CIC, CIC, av. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis, tel. 48 3664 2630
Quanto:
Gratuito

Assista os trailers dos filmes “Rio da Madre” e “Antonieta” em www.ndonline.com.br.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade