Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Curta com participação de dois catarinenses vence concurso da Rede Cinemark

"Chutando o balde" será exibido nesta segunda-feira, antes das sessões do Projeto Brasil, programa da Rede Cinemark. Na Capital, a exibição é no Cinemark do Floripa Shopping

Karin Barros
Florianópolis
Divulgação/ND
O curta “Chutando o balde” tem atuação e produção de Douglas Campigotto Rosa e roteiro de Antônio Rosa

Quando se trata de economizar água, o assunto não é novidade e muita gente tem uma dica para dar. O fato é que muitos conhecem maneiras de poupar água, mas poucos as colocam em prática. Foi nesse pensamento que surgiu o curta “Chutando o balde”, das produtoras Chá de Fita e Coletivo Filmes. Ele foi o vencedor do concurso Brasil em Cartaz, da Rede Cinemark e Instituto Buriti, cujo tema foi “Água, me dá um gole aí!”. A exibição é hoje, antes de todas as sessões do 16º Projeta Brasil, programa da rede Cinemark, que dedica um dia inteiro ao cinema nacional.

Dois catarinenses integram o filme vencedor. Eles são de Balneário Camboriú, mas moram atualmente entre São Paulo e o Rio de Janeiro. Douglas Campigotto Rosa, 34, atuou e produziu o filme, já o seu irmão Antônio Rosa foi o roteirista. A ideia em participar do concurso surgiu de repente. “Eu estava trabalhando no meu longa, e soube do concurso, falei com meus amigos da produtora, e cada um apareceu com uma ideia de roteiro. Na realidade, quase não saiu porque ficava mais fácil cada um produzir o seu, mas não dava tempo”, conta.

A história se passa dentro do vestiário do São Paulo Futebol Clube. Eles conseguiram a locação três dias antes da entrega do vídeo ao concurso. Mas a correria não ficou só nisso. Faltavam só 24 horas para o término da inscrição, e eles ainda não tinha nem o estúdio e o narrador do curta. Via redes sociais, contatando pessoas que conheceu nos 15 anos da carreira de ator, Douglas conseguiu Ithamar Lembo para narrar e um estúdio parceiro. Enfim, faltando 30 minutos para acabarem as inscrições, eles enviaram o vídeo. Wagner Depintor e Pedro Barbosa ficaram responsáveis pela direção.

“O “Chutando o balde” é um duelo entre um cara que esbanja e um que tem consciência sobre o uso da água. Eu, que sou o que tem consciência, levo um balde para o banho para usar a água que sobra na descarga, por exemplo. Mas o outro personagem [Anderson Marques] não aceita, e o filme termina com ele chutando o balde”, explica Douglas.

O concurso Brasil em Cartaz teve 214 vídeos inscritos, de 21 estados brasileiros. O júri foi formado pelas cineastas Laís Bodanzky e Marina Person; pela diretora de marketing da Cinemark, Bettina Boklis; e pela gerente de marketing da Rede, Maricy Leal. Para o júri, o que chamou mais atenção no curta foi a originalidade e diversão em um tema sério e atual. “Fiquei muito feliz que eles repararam isso. Usamos mesmo o bom humor pra chamar atenção desse tema, já que aqui em São Paulo, por exemplo, o Estado levou tempo para tomar uma atitude. Todos negaram por muito tempo que a água estava acabando”, lembra o ator que aposta no cunho social do projeto.

Douglas está em Balneário para curtir com a família e amigos o lançamento do curta no Estado em que nasceu. “É mágico. A gente nem esperava. Lembramos do dia que saia o resultado e fomos olhar no site. Levamos um susto. A gente se inscreve, realiza para ganhar, mas acaba não esperando”, brinca.

Divulgação/ND
"O Vendedor de Passados", um dos filmes na programação do Projeta Brasil em Florianópolis

 

Filme nacional por R$ 3

Projeta Brasil, projeto pioneiro criado pela Cinemark, tem o objetivo de incentivar a produção nacional, oferecendo aos espectadores uma programação de longas-metragens brasileiros lançados desde novembro de 2014. Os ingressos para todas as sessões de filme têm preço único de R$ 3, e a renda arrecadada é revertida para projetos de incentivo à produção cinematográfica nacional.

Todos os anos, o Projeta Brasil é apadrinhado por um ator de renome, que, sem cobrar cachê, empresta seu rosto para vídeos e fotos de divulgação dessa data. Nesta edição, a campanha de foi estrelada pelo ator e comediante Fábio Porchat. A última edição do Projeta registrou um público recorde de mais de 160 mil pessoas.

Filmes do Projeta Brasil 2015

Em Florianópolis

Meu Passado Me Condena 2

Carrossel - O Filme

Que Horas Ela Volta?

Vai Que Cola, O Filme

Loucas pra Casar

O Vendedor de Passados

Linda de Morrer

Entre Abelhas

SOS Mulheres ao Mar 2

Serviço

O quê: 16º Projeta Brasil
Quando: 9/11
Onde: Floripa Shopping, rod. SC-401, Monte Verde, Fpolis
Quanto: R$ 3 

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade