Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Companhia de dança Lápis de Seda apresenta novo trabalho inclusivo nesta sexta-feira

“Será que É de Éter?" tem participação especial de diversos músicos de renome no Estado

Redação
Florianópolis
20/11/2017 às 13H13

A companhia de dança Lápis de Seda e Claudia Passos faz duas apresentação em Florianópolis, no Teatro Ademir Rosa esta semana. A primeira é nesta quinta-feira com o espetáculo que já rodou o país, “Convite ao Olhar”. A sessão será gratuita e destinada alunos de escolas e instituições interessadas na reflexão sobre dança contemporânea e questões inclusivas. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do teatro.

“Será que É de Éter” aproxima música, dança  e o desejo de homenagear Chico Buarque - Cristiano Prim/Divulgação/ND
“Será que É de Éter” aproxima música, dança e o desejo de homenagear Chico Buarque - Cristiano Prim/Divulgação/ND





Na sexta-feira estreia “Será que É de Éter?”, que passa pela Capital e por Blumenau. O novo trabalho da companhia busca aproximar a música, dança contemporânea e o desejo de homenagear os 50 anos de carreira do cantor e compositor Chico Buarque. O passeio musical atravessa as décadas de 1960, 1970 e 1980, com canções interpretadas por Claudia Passos e banda. Sob a direção coreográfica de Ana Luiza Ciscato e a direção musical de Luiz Gustavo Zago, a intérprete e os cinco instrumentistas se apresentam em meio aos conceitos “cênicos” da sound e light designer Hedra Rockenbach. 

O elenco musical é composto por Luiz Gustavo Zago (piano), Iva Giracca (violino), Felipe Arthur Moritz (sax e flauta), Dudu Pimentel e Leandro Fortes (violão) e Alexandre Damaria (percussão). Com um CD gravado, a intérprete carioca assina a direção artístico musical. Entre as músicas selecionadas, então “Valsinha”, “Baioque”, “Olê, Olá” e  “Samba de um Grande Amor”. 

A companhia busca tratar sobre o corpo, diferença, política de inclusão, independência artística e construção identitária. Idealizada pelo Baobah Novas Formas de Inteligência em 2014, em Florianópolis (SC), aposta na valorização das diferenças individuais. 

Sob a coordenação da diretora artística Ana Luiza Ciscato, Lápis de Seda reúne dez bailarinos com diferentes capacidades e formações. Jovens e adultos, 60% são considerados com deficiência intelectual e/ou motora e 40% sem deficiência. A faixa etária se situa entre 20 e 50 anos. 

Serviço

O quê: “Será que É de Éter”
Quando: 24/11, 21h
Onde: Teatro Ademir Rosa, av. Gov. Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis
Quanto: R$ 40 e R$ 20 (meia) 

O quê: “Convite ao olhar”
Quando: 23/11
Onde: Teatro Ademir Rosa, av. Gov. Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis
Quanto: gratuito

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade