Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Com temas e gêneros diversos, a semana concentra bons lançamentos de livros na Capital

Tem obras com viés político, que reúne crônicas de jornalistas e que abordam o teatro

Da Redação
Florianópolis
13/12/2016 às 17H10
Autor Rubem Penz é autor de um dos lançamentos da semana na Capital - Divulgação/ND
 Rubem Penz é autor de um dos lançamentos da semana na Capital - Divulgação/ND



O final de ano tem diversidade cultural na agenda de lançamento de livros em Florianópolis, com uma maratona de bons textos que saíram do prelo. Tem obras com viés político: “Jango e eu: Memórias de um exílio sem volta” e “50 tons de rosa – Pelotas no tempo da ditadura”. A programação inclui também a arte circense de “O baú da Biriba”, crônicas de Rubem Penz em “Greve de Sexo”, livro de cinema e de jornalistas.

 “O Baú da Biriba – Dramas” é organizado pelo atores Glaucia Grígolo e Renato Turnes e traz a pesquisa e catalogação do trabalho do Circo Teatro Biriba, que percorre há 43 anos as cidades catarinenses, apresentando um repertório de mais de 80 peças. “Neste livro, o leitor encontrará um conjunto de dramas que foi resgatado no Baú do Biriba e selecionado pelas mais diversas razões: pela data muito antiga da cópia manuscrita, pela raridade, por representar práticas comuns da época de seu apogeu como adaptações de filmes, romances ou radionovelas, ou simplesmente pela originalidade e interesse do tema ou da estrutura dramatúrgica”, afirma Glaucia.

Em “Jango e Eu, Memórias de um exílio sem volta”, João Vicente Goulart conta o exílio da família durante o golpe militar. Mais de 50 anos depois, o filho do ex-presidente, na época com sete anos, recupera as memórias daquele período incerto e de uma viagem da qual seu pai nunca regressou ao país. O livro mostra o momento no qual ficou claro que o golpe duraria por décadas e resgata um tempo precioso de uma relação entre pai e filho.

“Greve de sexo”, do escritor porto-alegrense Rubem Penz, traz textos publicados nos dois primeiros anos de sua coluna semanal “Crônicas de Botequim”, publicada no “Metro Jornal”, de Porto Alegre. No livro, ele comenta assuntos tão diversos como família, cidade, política, amor, esportes, sexualidade e religião. “Não há gênero literário em que se experimente maior exposição pessoal do que a crônica”, afirma Penz.

“La Radicalidad de la Imagen des-bordando latitudes latino-americanas” é um livro bilíngue (português e espanhol), editado pelos cineastas Sebastian Wiedemann e Florencia Incarbone, e conta com textos de autores latino-americanos que pensam o cinema experimental. O evento será precedido por exibição de curtas metragens.

Outro lançamento é “Pauta do Dia – Coletânea de Crônicas de Jornalistas”, primeira publicação lançada pelo Núcleo de Escritores da ACI (Associação Catarinense de Imprensa) – Casa do Jornalista. Com organização de Marco Aurélio Gomes e Rogério Kiefer, o livro reúne 48 textos, entre inéditos e outros já publicados de 12 autores novatos e experientes. São eles: Ana Ribas Diefenthaeler, Carlos Damião, Cláudio Schuster, Felipe Lenhart, Jaime Ambrósio, Karin Verzbickas, Marcelo Passamai, Marco Aurélio Gomes, Michelle Araújo, Paulo Clóvis Schmitz, Rogério Kiefer e Viviane Bevilacqua.

“50 Tons de Rosa – Pelotas no Tempo da Ditadura”, reúne textos de 14 autores: Carlos Moraes, Geraldo Hasse, Enio Squeff, José Cruz, Lúcio Vaz, Rubens Amador e Vitor Minas; o ator José de Abreu; o músico Kledir Ramil, o editor Marcos Macedo, o publicitário Marcius Cortez, além dos jornalistas Ayrton Centeno, Luiz Lanzetta e Lourenço Cazarré, que estarão presentes no lançamento. Em 24 crônicas, os autores formam um panorama estilhaçado, mas realista do país daquele tempo..

13/12

17h às 20h, Tralharia (Rua Nunes Machado, 104, Centro, Fpolis), “Jango e eu: Memórias de um exílio sem volta”, de João Vicente Goulart (Editora Civilização Brasileira), R$ 60

19h30, Tralharia, “O Baú da Biriba – Dramas”, de Gláucia Grigolo e Renato Turnes (Editora Letras Contemporâneas), R$ 30

14/12
19h, Fundação Cultural Badesc (rua Visconde de Ouro Preto, 216 - Centro, Florianópolis), “La Radicalidad de la Imagen desbordando latitudes latino-americanas”, de Sebastian Wiedemann e Florencia Incarbone, Gratuito

15/12
19h, Tralharia, “Greve de Sexo”, de Rubem Penz (Ed. Buqui), R$ 35


19h30, “Pauta do Dia - Coletânea de Crônicas de Jornalistas”, vários autores, Mercearia do Vinho, SC-401, 5025 - loja 1, Saco Grande, Fpolis. Gratuito

16/12
19h30, Tralharia, “50 Tons de Rosa – Pelotas no tempo da ditadura”, vários autores (Editora Burqui), R$ 50

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade