Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Café Antropológico homenageia o etnólogo catarinense Silvio Coelho dos Santos

Encontro para debates culturais específicos contará com exibição de duas produções audiovisuais históricas

Marciano Diogo
Florianópolis

O Café Antropológico, encontro para debates culturais específicos promovidos desde 2013 pelo Núcleo de Antropologia Audiovisual e Estudos da Imagem (NAVI) e Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS), em parceria com a Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, com apoio da Cinemateca Catarinense, realiza hoje [terça-feira] à noite em Florianópolis uma edição especial em homenagem ao pesquisador e professor catarinense Silvio Coelho dos Santos (1938-2008), considerado um dos principais etnólogos brasileiros.

A programação desta terça, que contará com exibição de duas produções audiovisuais, terá mediação das professoras da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) Maria José Reis e Maria Amélia Dickie e do professor da Udesc (Universidade Estadual de Santa Catarina) Pedro Martins, além de contar com a participação de Alair Schmidt dos Santos, viúva do homenageado.  O etnólogo Silvio Coelho era graduado em História pela UFSC e possuía doutorado em Ciências Humanas pela USP (Universidade de São Paulo). Dedicou a vida à defesa dos direitos das minorias e ao fomento da pesquisa social, dividindo-se entre a produção acadêmica e o trabalho de campo. Atuou com vigor para colocar no mapa as populações indígenas de Santa Catarina.

Juntamente com Walter Fernando Piazza e Oswaldo Rodrigues Cabral, Silvio Coelho ajudou a implantar o Instituto de Antropologia da UFSC e integrou a primeira equipe catarinense de antropólogos. Foi diretor do Museu Universitário Oswaldo Rodrigues Cabral (1970-1975), Pró-Reitor de Pesquisa e de Ensino da UFSC (1980-1986), além de presidente da Associação Brasileira de Antropologia (1992-1994). Foi ainda pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e membro da Academia Catarinense de Letras, tendo diversos livros publicados. Silvio Coelho dos Santos faleceu em 26 de outubro de 2008.

Exibição de produções audiovisuais
Na edição de hoje [terça-feira] do Café Antropológico também serão exibidas duas produções audiovisuais que abordam a resistência dos povos com descendência indígena no Brasil, tema explorado pelo antropólogo Silvio Coelho em seus trabalhos.  No início do encontro será exibido um vídeo com uma entrevista realizada em 1994 pela professora Marilda Gonçalves da Silva, que resultou no documentário "Os Cafuzos do Rio Laisz", lançado um ano depois. Com 40 minutos de duração, o audiovisual mostra a trajetória da comunidade cafuza de José Boiteux (SC) desde sua origem na Guerra do Contestado (1912-1916).

Em seguida, será apresentado "Diários de Campo", registro audiovisual produzido pela professora e antropóloga Bárbara Arisi. No vídeo, durante 10 minutos, Silvio Coelho dos Santos narra sua experiência como assistente de pesquisa do antropólogo Roberto Cardoso de Oliveira, em 1962, no Alto Solimões, trabalhando junto aos índios Tikuna. Coelho aborda a importância do diário de campo no trabalho e analisa as perspectivas teórico-metodológicas nessa prática.

O quê: Café Antropológico especial em homenagem a Silvio Coelho dos Santos
Quando:
28/4, 20h
Onde:
Casa das Máquinas, rua Henrique Veras do Nascimento, nº 50, Lagoa da Conceição, Florianópolis, tel. 32321514
Quanto:
gratuito

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade