Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Artista Jorian Peçanha apresenta truques e ousa na levitação em espetáculo único no CIC

De 40 mágicos registrados na Associação de Mágicos do Estado, ele é um dos sete que sobrevive da profissão

Karin Barros
Florianópolis
10/06/2017 às 09H42

A mágica é uma atividade que encanta as pessoas há pelo menos 3.000 anos. Confundida com a feitiçaria na Idade Média, é difícil alguém não se sentir hipnotizado pela ação de um homem que transforma objetos, os faz aparecer e desaparecer ou, quando é um grande show, impressiona o público até com levitação.

Jorian Peçanha e assistente de palco Francielly Ouriques - Marco Santiago/ND
Mágico Jorian Peçanha e a assistente de palco Francielly Ouriques - Marco Santiago/ND


Apesar de ser uma profissão muito antiga, são poucos os mágicos que conseguem sobreviver exclusivamente de truques, mentalismos (adivinhação) ou mágicas infantis. Em Florianópolis mesmo são cerca de sete, de 40 associados à Associação de Mágicos de Santa Catarina.

Uma das pessoas que decidiram dedicar a vida a impressionar e surpreender o público é o jovem Jorian Peçanha, que, apesar da pouca idade – ele tem 23 anos –, já sobrevive do ofício que escolheu há quatro anos. Muitas pessoas já podem tê-lo visto pela cidade, fazendo participações em eventos corporativos, festas e exibições particulares. No ano passado, Peçanha fez a primeira apresentação em palco cênico – algo bem raro de ver na Capital –, e neste domingo ele segue para o seu segundo show, no Teatro do CIC.

Para esta apresentação, que vem sendo planejada desde o final do seu show no ano passado, além dos truques quase que “tradicionais”, haverá mágicas mais elaboradas devido à estrutura que o CIC oferece (a outra sessão foi feita no Teatro Álvaro de Carvalho, que é bem menor).

O destaque do show de 1h20 fica para a levitação de até cinco metros de altura da assistente de palco Francielly Ouriques com algo completamente inesperado acontecendo com ela, ao final do truque, na frente de todos os espectadores. O mágico apresentará ainda outros truques inéditos envolvendo mentalismo, grandes ilusões, prestidigitação e mágicas infantis, porque o espetáculo é destinado a um público de todas as idades. 

Mais que um Natal em família 

A paixão à primeira vista de Peçanha pela mágica aconteceu aos 12 anos de idade, quando um primo que também é profissional do ramo fez um show no Natal da família. “Eu fiquei impressionado, e comecei a buscar saber como ele fazia os truques. Não achava locais para aprender na cidade, mas assisti a vídeos de ilusionismo na internet até descobrir como fazer os truques”, conta.

Com o tempo, Peçanha foi conhecendo outros mágicos, participando da associação e de conferências internacionais de artistas renomados. Tudo para desenvolver cada vez mais seus conhecimentos. “Foi bem autodidata, não tem protocolo para a mágica”, explica ele.

Outra parte importante de seu show, seja em um palco de teatro ou em um evento corporativo, é a relação que procura manter com o público. “Tem diversas mágicas que não necessitam da participação da plateia, mas a maioria das minhas são faladas, gosto muito de ver o quanto as pessoas ficam felizes, se divertem e se surpreendem com o que eu sei fazer de melhor”, finaliza Peçanha. 

Serviço
O quê: show de Jorian Peçanha
Quando: 11/6, 20h
Quanto: Teatro Ademir Rosa, CIC, av. Gov. Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis
Quanto: R$ 50 e R$ 25 (meia) ou R$ 30 + um quilo de alimento não perecível

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade