Publicidade
Terça-Feira, 22 de Janeiro de 2019
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 23º C

Aos 68 anos, morre neste sábado o artista plástico Antônio Mir

O velório será realizado no Cemitério Municipal de Joinville, na capela 2 da Borba Gato, a partir das 19 horas deste sábado

Redação ND
Florianópolis
22/12/2018 às 17H06

Morreu neste sábado (21), em Itajaí, o artista plástico Antônio Mir.  Segundo a família, a artista não resistiu a uma parada cardíaca e morreu por volta das 11h30. 

O velório será realizado no Cemitério Municipal de Joinville, na capela 2 da Borba Gato, a partir das 19h deste sábado. O sepultamento acontecerá no domingo (23),  às 11h, no Cemitério Municipal de Joinville.

Antônio Mir é um dos maiores nomes da arte joinvilense - Fabrício Porto/Aquivo ND
Antônio Mir é um dos maiores nomes da arte joinvilense - Fabrício Porto/Aquivo ND



Mir nasceu em Múrcia, comunidade autônoma do sudeste da Espanha, e aos oito anos se mudou para Joinville. Abriu seu estúdio ainda jovem e, aos 23 anos, foi convidado para a Bienal de São Paulo, o passo definitivo para sua consagração. 

Na década de 70, criou diversos murais para o Banco do Brasil em várias cidades do país, além de exposições em São Paulo, Brasília, Porto Alegre e Nova York. Nos anos 80, deixou sua marca em agências na Europa.

Em Joinville, uma das principais referências de Antonio Mir está na participação ativa na criação da Coletiva de Artistas. Em 1992, o artista chegou a voltar para a Espanha, onde montou estúdios em Galícia, Barcelona e Puerto de Mazarron. Além disso, realizou exposições em Galicia, Madrid (Casa da América), Murcia (Centro de Arte Contemporâneo Almudi), Roma (Palazzio Pamphili), Milão (Instituto Cervantes) e Berlim.

A volta para Santa Catarina aconteceu em 2005. Mir chegou a ser homenageado em uma sessão na Câmara de Vereadores em junho de 2012, em reconhecimento ao seu trabalho. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade