Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Aniversário de 50 anos da personagem Mônica é comemorado com um ano de atividades

Estão previstos lançamentos, reedição de brinquedos e uma exposição em São Paulo

Carolina Moura
Florianópolis
Divulgação
Mônica, filha de Mauricio de Sousa, inspirou a dentucinha mandona que lidera a turminha

 

Ela é dentuça, mandona e briguenta. Mas é amada por gerações de crianças há meio século. E este é o seu ano: em 2013, quando Mônica completa seus 50 anos, a Mauricio de Sousa Produções prometeu comemorar com 12 meses de atividades e lançamentos. Hoje personagem de quadrinhos, mangá, filmes, desenhos animados, peças de teatro e games, Mônica não aparenta a idade. Ela continua sendo a dona da rua, com o coelhinho Sansão sempre a tiracolo, e sem perder a força para bater no Cebolinha ou qualquer um que a importune.

A primeira aparição da dentuçinha foi exatamente assim, acertando Cebolinha com seu coelhinho, em uma tirinha de jornal do personagem que fala tudo “elado”, em 1963. Mesmo como coadjuvante, ela já mostrava a que veio. Desde então o traço da personagem evoluiu e ela ganhou a cena, tendo a primeira revistinha da Turma da Mônica lançada em 1970.

O criador, Mauricio de Sousa, se inspirou em sua filha, de mesmo nome, para construir a personagem. Desde o temperamento forte até a estatura baixa, a constituição gorducha e os dentes produberantes foram observados por ele e tornados mais caricatos na personagem. O próprio Sansão é inspirado em um coelhinho de pelúcia que a Mônica – de carne e osso – carregava para todo lado quando criança. Então não é à toa que Mauricio de Sousa se autointitula de “pai da Mônica”. Ele é pai biológico de uma, e pai criador de outra.

A programação completa do Ano da Mônica será divulgada pela Mauricio de Sousa Produções no fim do mês. Mas algumas atividades já estão confirmadas, como o lançamento de especiais Mônica 50 anos – segundo Mauricio de Sousa, em sua conta do Twitter, serão quase 100 livros novos em 2013; a remontagem da primeira peça de teatro da turminha, “Romeu e Julieta”; o relançamento de produtos vintage da Turma da Mônica, como os bonecos da marca Trol; e uma grande exposição com a trajetória da personagem no Mube (Museu Brasileiro da Escultura em São Paulo).

 

Marco Santiago/ND
Mauricio de Sousa adianta em sua conta do Twitter algumas novidades do Ano da Mônica

 

A dona da rua

Cronologia

1963 – Mônica aparece pela primeira vez em uma tirinha de jornal, ao lado do Cebolinha

1970 – É lançada a primeira revistinha da “Mônica e sua turma”

1971 – Sai o primeiro LP da turminha, “Bandinha da Turma da Mônica”

1977 – A animação “Feliz Natal para todos”, com os personagens da turminha, é exibida no dia 24 de dezembro na Rede Globo

1982 – A turminha chega aos cinemas com “As aventuras da Turma da Mônica”, longa em forma de quatro episódios

1991 – Sai o primeiro videogame da Turma da Mônica, “Mônica no castelo do dragão”, para o Sega Master System

1993 – É criado o Parque da Mônica no Shopping Eldorado, em São Paulo, que funcionou no local até 2010

2004 – O canal de desenhos animados Cartoon Network começa a exibir a série de animação da Turma da Mônica

2008 – É lançada a série de gibis da Turma da Mônica Jovem, no estilo de mangá

2012 – Novo aplicativo “Quero ser Turma da Mônica” para iPhone e iPad permite criar personagens da turminha

Divulgação
Evolução do traço da personagem ao longo dos anos

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade