Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Angelina Jolie teria contratado detetive particular para descobrir traição de Pitt

Uma suposta traição do ator pode ter motivado a separação, anunciada nesta terça-feira pela imprensa internacional

Folha de São Paulo
São Paulo
20/09/2016 às 16H57

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Marion Cotillard, com quem Brad Pitt contracena no filme "Aliados", é apontada como pivô do divórcio do ator com Angelina Jolie, segundo informações da coluna "Page Six" do jornal americano "New York Post". De acordo com a publicação, Angelina teria contratado um detetive particular para descobrir se Pitt a estava traindo com a colega de elenco. E ele teria constatado que sim.

Ainda segundo a coluna, o detetive também teria descoberto que Pitt estaria tendo uma rotina de solteiro enquanto gravava "Aliados" em Londres. Desde que a reportagem do "New York Post" foi publicada, os perfis de Cotillard nas redes sociais têm sido atacados por fãs do então casal "Brangelina", como a união entre Pitt e Jolie era apelidada. Angelina entrou com o pedido de divórcio contra Pitt, nesta segunda (19), citando diferenças irreconciliáveis. Eles haviam se casado em 2014, mas estavam juntos desde 2004, um ano após terem contracenado no longa Sr. e Sra. Smith. Em comunicados enviados à imprensa, eles não citaram os motivos que levaram à separação.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade