Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Academia do Oscar expulsa Bill Cosby e Roman Polanski, acusados de abuso sexual

Cosby tem 80 anos e foi condenado por ter drogado e abusado de uma mulher em 2004, enquanto Polanski declarou-se culpado do estupro de uma garota de 13 anos em 1977

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
03/05/2018 às 22H50

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na esteira dos protestos contra o assédio sexual em Hollywood, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pela entrega do Oscar, anunciou a expulsão de Bill Cosby e Roman Polanski. As informações foram publicadas pelo jornal USA Today nesta quinta (3).

Bill Cosby e Roman Polanski - Divulgação/ND
Bill Cosby e Roman Polanski - Divulgação/ND


Cosby e Polanski eram membros da Academia. Em nota, a organização informa que a expulsão de ambos se deu "em atenção aos padrões de conduta" da instituição.

O humorista Bill Cosby, 80, foi condenado por agressão sexual na semana passada e corre o risco de ser sentenciado a até 30 anos de prisão sob a acusação de ter drogado e abusado de uma ex-administradora de equipe de basquete na Filadélfia, em 2004.

Dezenas de outras mulheres também acusam o ator de ter cometido o crime se utilizando do mesmo artifício de drogar as suas vítimas.

Cosby pagou uma fiança de US$ 1 milhão (o equivalente a R$ 3,5 milhões), e deve permanecer em liberdade até o anúncio de sua sentença. Sua saúde está debilitada.

O advogado do ator, Tom Merserau, disse que vai recorrer da decisão do tribunal.

Já Polanski, 84, declarou-se culpado do estupro de uma garota de 13 anos em 1977. O diretor nascido na Polônia também é alvo de ao menos outras quatro acusações contra mulheres menores de idade, entre elas a atriz Charlotte Lewis. Ele não pode voltar aos Estados Unidos ou corre o risco de ser preso.

Realizador de filmes hoje clássicos, como o terror "O Bebê de Rosemary" (1968) e o noir "Chinatown" (1974), Polanski foi um dos expoentes da geração que deu proeminência ao papel dos diretores em Hollywood nos anos 1960.

O cineasta foi indicado ao Oscar em quatro ocasiões, tendo levado o prêmio de direção por "O Pianista" (2002).

Cosby é um dos maiores símbolos negros no entretenimento. O humorista, que começou a carreira fazendo shows de stand-up na Califórnia, venceu dois prêmios no Globo de Ouro como pai de família na sitcom "The Cosby Show" (1984-1992).

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade