Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

18º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo começa sábado (8) em Florianópolis

O grupo mineiro Galpão é o convidado da abertura com o espetáculo “Till, a Saga do Herói Torto"

Carol Macário
Florianópolis

Divulgação/ND
O grupo mineiro Galpão volta a abrir o festival de teatro, desta vez com "Till, a Saga de um Herói Torto"

Nenhuma praça, pátio, estacionamento, comunidade ou mesmo shopping ou até a rodoviária estarão livres da ação dos artistas cênicos que invadem a cidade a partir de sábado (8) e a transformarão num grande palco democrático para a 18ª edição do Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo, um dos maiores e mais importantes festivais do gênero do Sul do Brasil. O evento segue por nove dias em Florianópolis, com espetáculos teatrais em 55 diferentes locais na Ilha e no Continente. A abertura oficial no sábado é com o grupo mineiro Galpão, que volta como convidado com o elogiado espetáculo “Till, a Saga do Herói Torto”, a história de um anti-herói fruto da cultura popular alemã da Idade Média.

Pela primeira vez, seis teatros e casas de espetáculos serão ocupados simultaneamente e três grandes lonas cobertas serão armadas para receber peças selecionadas da mostra oficial, na região central (Largo da Catedral), Norte (Ingleses) e Sul (Campeche), além de intervenções circenses e teatrais na cidade. Serão 144 apresentações infantis, adultas e de rua, a grande maioria gratuita, sendo apenas cinco espetáculos a preços populares.

Foram selecionados 31 grupos de seis estados, eleitos por três comissões que levaram em consideração espetáculos que respeitassem a geografia da cidade, como a peça “Amores do Meio Fio”, da paulista Companhia do Miolo, concebida para ser apresentada em escadarias. “Buscamos espetáculos que apresentassem um panorama do que é produzido em artes cênicas no Brasil, em todos os gêneros”, afirma a coordenadora artística do festival e diretora de artes da FCFFC (Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes), Waleska Coelho De Franceschi. 

Se você não vai ao teatro, o teatro vai até você

O foco do Festival Isnard Azevedo este ano é a descentralização, com o objetivo de redemocratizar o teatro e levá-lo a diferentes comunidades, como Areias do Campeche, Sapé, no Jarim Atlântico, Morro da Caixa, no continente, e o Monte Cristo. O Floripa Teatro 2011 traz de volta também a Sessão Maldita, com produções independentes em locais e horários alternativos, e lança ainda a Cena Universitária, um espaço para a encenação de trabalhos experimentais e acadêmicos criados nos cursos de artes cênicas.

Outra novidade são as intervenções do coletivo Circo Floripa. “São grupos que atuam com arte circense e percorrerão diferentes pontos da cidade com intervenções hilárias”, afirma Waleska Coelho De Franceschi. Nove oficinas serão ministradas gratuitamente sobre formação de atores, técnicos, produtores, dramaturgos e diretores. O Floripa Teatro é uma realização da Prefeitura Municipal de Florianópolis e FCFFC (Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes), e no calendário da Capital se configura como maior evento de arte da cidade.

Serviço

O quê: 18º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo
Quando: 8 a 16/10
Onde: diversos locais
Quanto: R$ 10 / R$ 5 (meia) / Gratuito

Saiba mais: programação completa e endereços dos teatros no site http://www.floripateatro.com.br/

Programação final de semana

Sábado, 8/10

21h – “Till, a Saga do Herói Torto”, do Grupo Galpão, Teatro Pedro Ivo, R$ 10 / R$ 5 (meia)

Domingo, 9/10

- “A Farsa do Boi ou o Desejo de Catirina”, do Serial Cômicos (Curitiba)
11h – Lagoa do Peri, Gratuito
16h – Av. Beira-Mar Norte, Gratuito

- “O Cisne”, Cia de Teatro Entrelinhas (Novo Hamburgo)
15h – Teatro Álvaro de Carvalho, Gratuito
20h30 - Teatro Álvaro de Carvalho, Gratuito

- “Circo de Pulgas”, Legião de Palhaços (Rio do Sul)
16h – Casa das Máquinas, Gratuito
19h - Casa das Máquinas, Gratuito

- “A Fábula do Vento Sul”, Cena Hum Academia de Artes Cênicas, (Curitiba)
16h – Costeira, Gratuito

- “Palhaços à Vista”, Cia. Circunstância Circo Teatro (Belo Horizonte)
16h -  Parque do Córrego Grande, Gratuito

- “As Mulheres da Rua 23”, Companhia de Teatro Autoral (Rio de Janeiro)
18h30 – Teatro da Ubro, Gratuito

- “Concerto em Ri Maior”, Cia. dos Palhaços (Curitiba)
20h - Lona Sul (Campeche), Gratuito

- “A Farsa do Advogado Pathelin”, Teatro Sim... Por Que Não?!!!, (Florianópolis
20h - Lona Norte (Ingleses), Gratuito

- “Genet, Os Anjos Devem Morrer”, Os Ciclomáticos Companhia de Teatro (Rio de Janeiro)
21h – Teatro Pedro Ivo, R$ 10 / R$ 5 (meia)

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade