Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Atenção ao Continente

Florianópolis - 11/07/2018 11:07

Os bairros continentais de Florianópolis sempre se consideraram preteridos pelas administrações da cidade e costumam se queixar disso na imprensa, na Câmara de Ve­readores e nas esquinas, quando as demandas não atendidas se tornam o foco das conversas. A justificativa dos prefeitos costuma ser a de que a Ilha tem milhares de problemas a exigir solução, de forma que o Estreito e as demais comunidades do Continen­te acabam ocupando um plano secundário no rol das preocupações do primeiro escalão municipal.

Agora, o prefeito Gean Loureiro parece disposto a mudar esse quadro. Ontem, ele anunciou no “Balanço Geral”, programa da RIC­TV Record, um pacote que prevê intervenções como a pavimentação de ruas, a reforma de UPAs e creches e a revitalização de áreas que já foram nobres e hoje sofrem com a falta de atenção do poder pú­blico. A recuperação de 42 praças é uma das iniciativas mais importantes, porque esses lo­gradouros, quando se deterioram, afastam as famílias e se transformam pontos de atração de pequenos marginais e traficantes de dro­gas. Na área cultural, tradicionalmente esque­cida pelas autoridades, a prefeitura anuncia a criação de um espaço para atividades artísti­cas no antigo prédio da Casan em Coqueiros.

O bom é que os recursos e esforços não vêm de uma só fonte: envol­vem também o governo federal e a iniciativa privada. A cessão do termi­nal de integração do Jardim Atlântico ao Corpo de Bombeiros põe fim a um impasse que incomodava a comunidade, e a construção do parque do Abraão, que ainda depende da confirmação de verbas, colocará um equipamento importante à disposição dos moradores. São ações e proje­tos que ajudarão a dar nova configuração à parte continental da cidade.

Publicidade
Publicidade